terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Ator brasileiro de Hollywood é encontrado morto em Portugal


O ator brasileiro Douglas Barcellos, de 33 anos, foi encontrado morto na madrugada de quarta-feira (24/12) na cidade portuguesa de Cascais (a 12 km a oeste de Lisboa), informou neste sábado a imprensa de Portugal.

Ainda não está claro o que poderia ter provocado a morte do ator, que estava no país para gravar um filme americano, "The Passionist", em que era um dos protagonistas.

O corpo de Barcellos foi encontrado em rochas à beira-mar com marcas no pescoço, que poderiam ser um sinal de que ele foi vítima de agressão. Uma autópsia deve ser realizada ainda neste fim de semana. A Polícia não revela detalhes das investigações sobre a morte, que correm sob segredo de justiça.

Barcellos tinha passado uma semana trabalhando na gravação "The Passionist" em Portugal. Na própria quarta-feira, ele deveria pegar um avião para passar o fim de ano com a família no Rio de Janeiro.

A BBC Brasil apurou que a passagem do ator por Portugal foi atribulada. Uma madrugada ele foi encontrado às quatro horas da manhã tomando banho numa fonte a poucos quilômetros do seu hotel em Carcavelos, um distrito de Cascais, apesar do frio do inverno.

Na madrugada de terça-feira, o ator havia se envolvido numa briga com um motorista de táxi que quis cobrar 92 euros (cerca de R$ 305) por uma corrida de Lisboa até o hotel, normalmente, o táxi entre as duas cidades não custa mais do que 20 euros.

O jornal português "Correio da Manhã" disse que Douglas tinha problemas com seu agente Enzo Lamblet. O jornal publicou vários trechos de e-mails que o jornal diz terem sido enviados por Douglas a um amigo não-identificado, reclamando do agente.

"Ele queria me queimar e tava falando mal de mim para todo mundo do meio, Globo, Hollywood, etc.", diz uma das mensagens publicadas pelo jornal. Em outra, o ator teria escrito que viu "a morte de novo". "Passei mal e o mano (Lamblet) não me socorreu", diz.

O mistério aumentou nos dias após a morte. A reportagem da BBC Brasil apurou que, no hotel onde estava instalado, apareceram duas pessoas dizendo que eram parentes de Douglas para levar os bens que o ator tinha no seu quarto. A família teria informado que ele não tem nenhum parente em Portugal.

Barcellos vivia em Nova York com sua esposa e procurou fazer uma carreira nos Estados Unidos a partir de trabalhos na TV.

Ele participou da novela americana "The Bold and the Beautiful" e das séries "Mentes Criminosas" e "Head Cases". No cinema, ele participou do filme "Cinturão Vermelho" (2008), do diretor David Mamet.

Ele também fez uma ponta no filme "Ele Não Está Tão a Fim de Você", estrelado por Jennifer Connelly e Jennifer Aniston, que deve estrear só em 2009. "The Passionist" é o primeiro filme em que fez papel de protagonista.

Barcellos também foi modelo, tendo desfilado em Milão, Nova York e Paris.

fonte: BBC / uol cinema

Musa dos anos 50 morre em asilo aos 87 anos


Ann Savage, musa cult nos anos 1940 e 1950, morreu em um asilo na última quinta-feira (25/12). A atriz teve uma parada cardíaca enquanto dormia, informou a agência AP.

Sua carreira em Hollywood começou em One Dangerous Night (1943) e conta com mais de 30 filmes, incluindo faroestes, musicais e longas de guerra. Ann é mais conhecida pelo filme alternativo Curva do Destino (1945), em que interpreta uma mulher que chantageia um desconhecido (interpretado por Tom Neal).

Seu último trabalho foi em Meu Winnipeg (2007), dirigido por Guy Maddin (Brand Upon The Brain), exibido este ano na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Kent Adamson, agente de Ann, a descreve como uma mulher "viciante e predadora. Ela era chamada de inescrupulosa do inferno, e nos filmes também, era muito agressiva sexualmente, e muito, muito passiva", comentou. Ann Savage tinha 87 anos.


fonte: cineclik

sábado, 27 de dezembro de 2008

Roteirista indicado ao Oscar morre aos 78 anos


O escritor e roteirista Harold Pinter morreu nesta quarta-feira (24/12) depois de lutar contra um câncer. A segunda esposa do escritor, Antonia Fraser, só revelou a informação ao The Hollywood Reporter nesta quinta-feira (25/12).

Vencedor do prêmio Nobel de Literatura em 2005, Pinter era conhecido pelos personagens dramáticos que criava. O escritor foi indicado ao Oscar em 1981, pelo roteiro de A Mulher do Tenente Francês, e em 1983, por Betrayal.

Harold Pinter escreveu 32 peças de teatro, um romance e 22 roteiros. Seu último trabalho foi Um Jogo de Vida ou Morte
(2007), no qual também atuou.

fonte: cineclik

Morre a Mulher-Gato das telinhas


A atriz Eartha Kitt, que interpretava a Mulher-Gato no seriado Batman, durante os anos 60, morreu na tarde desta quinta-feira (25/12). Eartha lutava contra um câncer de cólon e fazia tratamento em Nova York (EUA).

Segundo o agente da atriz, Andrew Freedman, Eartha "era certamente uma artista legendária e quando penso que há tantas imitações, lembrou como foi original", disse em comunicado. Ela não teve sucesso apenas nas telinhas, sendo indicada aos prêmios Tony e Grammy.

O cineasta Orson Welles (Cidadão Kane) a considerava a mulher mais sexy do mundo. Eartha atuou em diversos longas, como New Faces (1954), St. Louis Blues (1958), O Cometa do Amor (1987) e Abrindo o Zíper (1995), além de dublar Yzma na versão original do desenho A Nova Onda do Imperador (2000).

Eartha começou sua carreira como dançarina em Paris (França) e logo alcançou o sucesso também como cantora. Ela trabalhava na Broadway e seu último trabalho na TV foi no desenho A Nova Escola do Imperador, exibido no canal Disney Channel.


fonte: cineclik

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Ator do seriado Os Sopranos comete suicídio aos 47 anos


John Costelloe, que participou de quatro episódios centrais em 2006 no seriado Os Sopranos, foi enterrado na terça-feira (23/12) em Nova York. O ator cometeu suicídio com um tiro na cabeça em 16 de dezembro.

Costelloe interpretou o bombeiro gay Jim Witowski. "Fiquei chocado ao saber da notícia. Ainda não digeri direito", afirmou o colega de set Joseph Gannascoli. "Tudo isso vai além das minhas forces, está muito difícil de lidar com a situação neste momento", declarou Michael Costelloe, pai do ator.

Joe Costelloe também fez uma participação em Dúvida, que chega aos cinemas brasileiros em 6 de fevereiro, na pele de Warren Hurley. O longa é protagonizado por Meryl Streep (Mamma Mia!) e se passa nos anos 60 em uma escola católica no Bronx (Nova York), no qual a diretora (Streep) acusa um padre popular (Philip Seymour Hoffman) de pedofilia.


fonte: cineclik

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (26/12/08)

Café dos Maestros
(Cafe de los Maestros)
Produção: Argentina, Brasil, EUA - 2008
Gênero: Documentário
Duração: 100 min.
Classificação: Livre
Distribuidora: VideoFilmes
Direção: Miguel Kohan

Tango não é apenas uma dança, tango é um estilo de vida. O Tango pertence à Argentina - e em especial às cidades de Buenos Aires e Rosário, onde a dança é muito mais que um simples eco nostálgico. Muitos dos idosos continuam a praticar - alguns deles o fazem há oitenta anos. Temos o retrato de alguns destes músicos excepcionais, incluindo criadores de repertório clássicos do tango e fundadores de uma variedade de estilos e escolas, bem como os membros das bandas e orquestras que alcançaram a fama nos anos 1940 e 1950, na era dourada do tango. Vários protagonistas se tornaram grandes nomes no exterior, enquanto outros restringiram sua atuação ao interior da Argentina. O músico e compositor argentino Gustavo Santaollala atua como guia, para apresentar as grandes estrelas do famoso ritmo - Leopoldo Federico, Lágrima Ríos e seu violonista Aníbal Arias, além do dueto Libertella e José Luis Stazo. O clímax acontece em uma noite no famoso Teatro Colón de Buenos Aires.



Coração de Tinta - O Livro Mágico

(Inkheart)
Produção: Alemanha, Inglaterra, EUA - 2008
Gênero: Fantasia, Aventura
Duração: 105 min.

Classificação: Livre
Distribuidora: Playarte

Direção: Iain Softley

Elenco: Brendan Fraser, Andy Serkis, Eliza Bennett, Paul Bettany

Toda a fantasia de "Coração de Tinta" é baseada no best seller de Cornelia Funke, cuja história lança um pai dedicado e sua filha numa jornada através de diversos mundos – reais e imaginários. Mortimer “Mo” Folchart (Brendan Fraser) e sua filha Meggie (Eliza Hope Bennett), de 12 anos de idade, compartilham uma imensa paixão por livros e suas histórias. Entretanto, ser leitor ávido não é a única característica peculiar de Mo, que guarda um segredo: um talento fabuloso. Embora Meggie não saiba, seu pai é capaz de dar vida a qualquer personagem dos livros que ele lê em voz alta, trazendo-os para o nosso mundo. Mas como todo grande dom carrega grande responsabilidade, para cada personagem que ganha vida em nosso mundo, alguém real se transporta para as páginas dos livros. Em uma de suas visitas a um sebo perdido, Mo escuta algumas vozes que não ouvia há muito tempo. Quando ele encontra o volume de onde elas partem, um calafrio percorre sua espinha. É Coração de Tinta, um livro repleto de ilustrações de castelos medievais e criaturas estranhas – é o livro que ele procura desde que Meggie tinha três anos de idade, quando sua mãe, Teresa (Sienna Gillory) desapareceu dentro daquele mundo místico. Porém, o plano de Mo para encontrar o livro e utilizá-lo para resgatar Teresa é frustrado quando Capricórnio (Andy Serkis), o vilão maligno de Coração de Tinta, seqüestra Meggie e obriga Mo a trazer outros personagens malévolos para o nosso mundo. Determinado a resgatar sua filha e devolver os personagens ao lugar onde pertencem, Mo reúne um grupo improvável e meio maluco de aliados – tanto do mundo real, quanto do literário – e embarca numa jornada perigosa e arriscada para devolver a ordem ao mundo.



Juventude

(Juventude)
Produção: Brasil - 2008
Gênero: Drama

Duração: 72 min.

Classificação: 12 anos
Distribuidora: Filmes do Estação

Direção: Domingos Oliveira
Elenco: Domingos Oliveira, Paulo José, Aderbal Freire Filho

David, Antonio e Ulisses foram amigos a vida toda. Desde sua reunião, ainda adolescentes, para uma representação colegial de "A Ceia dos Cardeais", de Julio Dantas, o clássico português. Passados 50 anos, reúnem-se uma noite para comemorar seu encontro e efetuarem um balanço das suas vidas e, particularmente, seus amores. Trata-se de um estudo da psicologia e problemática dos homens entre 65 e 70 anos. O trabalho contém na sua gênese a intenção de resultar num filme belo e profundo, além de engraçado que estude sem medo e francamente, a situação psicológica e filosófica dos "cardeais". Homens inteiros, ainda sem os beneplácitos da senilidade, no entanto próximos e diante de seu próprio fim.



Marley e Eu

(Marley & Me)
Produção: EUA - 2008

Gênero: Comédia, Drama
Duração: 118 min.
Classificação: Livre
Distribuidora: Fox
Direção: David Frankel
Elenco: Jennifer Aniston, Owen Wilson

Owen Wilson e Jennifer Aniston passarão por momentos difíceis ao lado de um cachorro hiper-ativo. Eles são os protagonistas de "Marley & Me", adaptação do best-seller escrito por John Grogan. Na história, John (Wilson) e Jenny (Aniston) haviam acabado de se casar. Eles eram jovens e apaixonados, vivendo em uma pequena e perfeita casa e nenhuma preocupação. Jenny queria testar seu talento materno antes de enveredar pelo caminho da gravidez. Ela temia não ter vindo com esse “dom” no DNA, justamente porque matara uma planta por excesso de cuidado: afogando-a. Então, eles decidiram ter um mascote. Vão a uma fazenda, escolhem Marley, ao tomar contato com uma ninhada, porque também ficam encantados com a doçura da mãe, Lily; só depois tem uma rápida visão do pai, Sammy Boy, um cão rabugento, mal-encarado e bagunceiro. Rezam para que Marley tenha puxado á mãe, porém suas “preces” não são atendidas. A vida daquela família nunca mais seria a mesma. Marley rapidamente cresceu e se tornou um gigantesco e atrapalhado labrador de 44kg, um cão como nenhum outro. Ele arrebentava portas por medo de trovões, rompia paredes de compensado, babava nas visitas, apanhava roupas de varais vizinhos, e comia praticamente tudo que via pela frente, incluindo tecidos de sofás e jóias. As escolas de adestramento não funcionaram - Marley foi expulso por ter ridicularizado a treinadora. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional.





Sete Vidas

(Seven Pounds)
Produção: EUA - 2008

Gênero: Drama
Duração: 122 min.

Classificação: 14 anos
Distribuidora: Sony
Direção: Gabriele Muccino
Elenco: Will Smith, Woody Harrelson, Rosario Dawson

"Sete Vidas" levanta questões perturbadoras acerca da vida e da morte, arrependimento e perdão, estranhos e amizades, amor e redenção – e explora as relações que unem os destinos das pessoas de modos surpreendentes. Tudo começa com uma lista de sete nomes: Ben Thomas, Holly Apelgren, Connie Tepos, George Ristuccia, Nicholas Adams, Ezra Turner e Emily Posa. A única coisa que eles têm em comum é o fato de todos terem chegado a um momento decisivo em suas vidas em que precisam desesperadamente de ajuda – financeira, espiritual ou médica - e, sem que eles saibam, também o fato de cada um deles ter sido escolhido por Ben para ser parte do seu plano de redenção. Mas é Emily Posa (Rosario Dawson), uma paciente cardiopata cheia de vida, quem trava suas engrenagens ao fazer a única coisa que Ben julgou impossível – aproximar-se dele – e quem vira ao avesso a sua visão do mundo e do que é possível.




Um Conto de Natal

(Un Conte de Noël)
Produção: França - 2008

Gênero: Drama, Comédia
Duração: 150 min.

Classificação: 14 anos
Distribuidora: Imovision
Direção: Arnaud Desplechin

Elenco: Catherine Deneuve, Mathieu Amalric, Chiara Mastroianni

O casal Abel e Junon tem dois filhos, Joseph e Elizabeth. Vítima de uma raro distúrbio genético, a única esperança de Joseph é um transplante de medula óssea. Mas tanto Abel e Junon quanto a filha Elizabeth são incompatíveis, o que leva os pais a tentar um terceiro filho. Assim nasce Henri, que infelizmente também tem incompatibilidade e não pode salvar o irmão. Joseph morre anos sete anos de idade. O episódio vai marcar a vida de todos para sempre. Muito tempo se passa e a relação da família Vuillard só piora. Em particular, entre os irmãos Elizabeth, agora uma mulher autoritária, e Henri, um homem cínico que divide o tempo entre mulheres e bebidas. Após uma discussão, Elizabeth proíbe o irmão de ver o sobrinho Paul, um jovem adolescente que tem sérios problemas mentais.



Um Homem Bom

(Good)
Produção: Inglaterra, Alemanha - 2008
Gênero: Drama
Duração: 96 min.

Classificação: 12 anos
Distribuidora: Imagem

Direção: Vicente Amorim

Elenco: Viggo Mortensen, Mark Strong, Jason Isaacs

John Halder (Viggo Mortensen) é um homem bom e decente que tem uma família problemática. A esposa é neurótica, os filhos são exigentes e uma mãe doente. Professor de literatura, Halder explora as circunstância de sua vida pessoal num romance no qual defende a eutanásia. Quando o livro é subitamente inscrito numa lista de apoio à propaganda do governo, Halder vê sua carreira ascender numa corrente de nacionalismo e prosperidade. Mas é a partir disso que as escolhas de Halder causarão efeitos devastadores. "Um Homem Bom é um olhar pessoal e particular na vida de um homem, através do qual contamos uma história universal", conta o diretor Vicente Amorim. “É sobre as escolhas que nós mesmos fazemos na vida diária. Na maioria das vezes, nossas opções são razoavelmente sensatas, mas o fato é que cada escolha que fazemos tem conseqüências que estão além de nosso controle e algumas podem ser terríveis”. “Halder e a esposa (Anastasia Hille) têm um relacionamento amoroso, mas sem paixão, e a responsabilidade pela criação das crianças recai muito sobre ele”, diz Viggo Mortensen. “Sua mãe senil (Gemma Jones) também mora com eles, exigindo cuidados constantes. É um ambiente familiar caótico”. O roteirista John Wrathall disse: “Halder está numa crise de meia-idade, olhando ao redor e pensando: É só isso? Isso que me aguarda pelo resto de minha vida?”



Robert Mulligan, diretor de "O Sol É Para Todos", morre, aos 83 anos


Robert Mulligan, diretor de "O Sol É Para Todos" (1962), morreu no sábado (20/12), aos 83 anos de idade, em sua casa em Lyme, no estado americano de Connecticut. A informação foi divulgada pela viúva do cineasta, Sandy Mulligan. Ele sofria de problemas cardíacos.

Mulligan foi indicado ao Oscar de direção por "O Sol É Para Todos" (1962), adaptação do romance homônimo escrito por Harper Lee, autora americana ganhadora de um Pulitzer.

Protagonizado por Gregory Peck, o filme fala de racismo em uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos. Outro filme de sucesso do cineasta foi "Verão de 42" (1972), pelo qual foi indicado ao Globo de Ouro de direção - o filme conta a história da relação entre um garoto e a viúva de um soldado americano.

Mulligan também dirigiu o primeiro filme de Reese Witherspoon, "The Man in the Moon".

Mulligan dirigiu cinco atores em performances indicadas ao Oscar: Gregory Peck e Mary Bedham no já citado "O sol é para todos", Natalie Wood em "O preço de um prazer", Ruth Gordon em "À procura do destino"; e Ellen Burstyn em "Tudo bem no ano que vem".

Peck ganhou o Oscar pelo papel do advogado Atticuz Finch em "O sol é para todos".

Mulligan era formado em jornalismo e literatura e trabalhou por seis meses no jornal "The New York Times". Ao trabalhar na CBS, se tornou assistente de produção e então ganhou a chance de dirigir a série "Suspense".

O diretor começou sua carreira na TV e estreou nas telonas em 1957 com o filme Fear Strikes Out, história do jogador de baseball Jimmy Piersall. Em 1982, Mulligan comandou Kiss me Goodbye, remake do longa brasileiro Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976).

Ele também dirigiu peças de teatro na Broadway.

fonte: uol cinema / g1 / cineclick / Reuters

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Morre a comediante Nancy Wanderley


Faleceu nesta sexta (19/12) a comediante Nancy Wanderley, aos 81 anos, no Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis, Santa Catarina.

Nancy, que era ex-mulher de Chico Anysio e mãe de Lug Paula (conhecido pelo personagem Seu Boneco), estava internada há uma semana e morreu devido a uma insuficiência respiratória.

Segundo André Lucas, filho de seu ex-marido, não terá velório e nem enterro. O corpo de Nancy será doado para a Universidade Federal de Santa Catarina.

Nas telonas, ela atuou em vários filmes especialmente na década de 50. Entre eles, O Primo Cangaceiro (1950), com roteiro de Chico Anysio; No Mundo da Lua (1958) e Palhaço, o que é? (1960) - foto.


fonte: cineclik

domingo, 21 de dezembro de 2008

Morre o comediante britânico Jack Douglas


Jack Douglas, mais conhecido pelos oito filmes da série Carry On, morreu nesta quinta-feira (18/12). O agente do ator contou ao The Sun que ele morreu de pneumonia em Ilha de Wight (Inglaterra).

Douglas descente de uma família que sempre trabalhou no teatro e produziu seu primeiro espetáculo aos 15 anos, mas quando começou a atuar, desistiu da produção. O ator já trabalhou com estrelas da comédia britânica como Arthur Askey, Benny Hill, Des O’Connor e Bruce Forsyth.

Phil Dale, amigo e agente do comediante, contou ao jornal que "Jack veio do mundo da comédia e entendia o timing da tradição britânica da farsa", comentou. O último trabalho de Douglas nas telonas foi em Carry on Columbus (1992).

O ator tinha 81 anos e era casado com Vivien Howell.


fonte: cineclik

Morre, aos 53 anos, o ator Sam Bottoms


A agência WENN divulgou que o ator Sam Bottoms (Garota da Vitrine) morreu nesta terça-feira (16/12) em Los Angeles. Bottoms sofria com um tumor do cérebro e faleceu em sua casa.

O ator começou sua carreira em 1971 no filme A Última Sessão de Cinema, de Peter Bogdanovich, no qual contracenou com seu irmão, Timothy. Bottoms ainda trabalhou com Francis Ford Coppola no longa Apocalypse Now, interpretando Lance B. Johnson.

Os outros irmãos de Bottoms, Joseph, Timothy e Ben, também eram atores e a família fez diversas aparições em programas de TV, como no seriado East of Eden (1981).

Os últimos trabalhos completos de Bottoms foram Finishing the Game: The Search for a New Bruce Lee (2007) e Sherrybaby (2006), protagonizado por Maggie Gyllenhaal (Batman - O Cavaleiro das Trevas).

Sam Bottoms era casado com a produtora Laura Conde Bickford e tinha duas filhas, Clara e Io, de seu primeiro casamento.


Confira a filmografia de Sam Bottoms

fonte: cineclik

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (19/12/08)

Crepúsculo (Twilight)
(EUA - 2008 - 120 min. - Suspense)
(Direção: Catherine Hardwicke; Elenco: Kristen Stewart, Michael Welch, Robert Pattison)

Essa é adaptação de uma série de dez histórias criadas pela americana Stephenie Meyer. "Crepúsculo" poderia ser como qualquer outra história não fosse um elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro. Isabella Swan (Kristen Stewart) chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen (Robert Pattinson). Ele é bonito, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr. Nesse universo fantasioso, os personagens construídos pela autora Stephenie Meyer - humanos ou não - se mostram de tal forma familiares em seus dilemas e seu comportamento que o sobrenatural parece real. Meyer torna perfeitamente plausível - e irresistível - a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro encantador.



Gomorra (Gomorra)
(Itália - 2008 - 137 min. - Drama, Thriller)
(Direção: Matteo Garrone; Elenco: Toni Servillo, Gianfelice Imparato, Maria Nazionale)

Poder, dinheiro e sangue: esses são os "valores" que os residentes das províncias de Nápoles e Caserta têm de enfrentar todos os dias. Eles raramente têm alguma chance e praticamente são obrigados a obedecer as regras do sistema -chamado Camorra. Apenas alguns poucos podem pensar em ter uma vida normal. Neste cenário são desesvolvidas cinco histórias de pessoas que vivem num mundo aparentemente imaginário, mas profundamente afogado na realidade.




Otávio e as Letras (Otávio e as Letras)
(Brasil - 2007 - 83 min. - Drama)
(Direção: Marcelo Masagão; Elenco: Donizete Mazonas, Arieta Corrêa, Victoria Camargo, Nilce Cosomski, Fábio Malavoglia, Heitor Goldflus)

Otávio é um homem calado, estranho e que adora letras. Explicando melhor, tudo o que está escrito. Palavras, letrinhas. Ele sai pelas ruas e por onde passa vai recolhendo papéis, embalagens, jornais ou qualquer coisa que tenha, portanto, algo escrito. Sua vida e comportamento se confrontam quando ele conhece uma vizinha que gosta de imagens e, assim, tira fotografias da janela de seu apartamento. Novo filme do revolucionário Marcelo Masagão - criador de obras-primas como Nós que Aqui Estamos, por Vós Esperamos e 1,99 - Um Supermercado que Vende Palavras, 'Otávio e as Letras' cria um grande painel de obsessões na cidade de São Paulo.

sábado, 13 de dezembro de 2008

'Cavaleiro das trevas' é o filme mais pirateado na internet em 2008


O sucesso de "O cavaleiro das trevas" certamente marcou 2008, e não foi apenas nas telas de cinema. O novo "Batman" foi o filme mais pirateado do ano, segundo o site "TorrentFreak", que tomou como base dados do BitTorrent e PirateBay e publicou esta semana uma lista dos filmes mais pirateados deste ano (confira abaixo).

O site estima que "Cavaleiro das trevas" tenha tido mais de 7 milhões de downloads desde que vazou na internet, logo depois de sua pré-estréia, em julho. Em seguida, versões de melhor qualidade chegaram à web, atraindo cada vez mais internautas.

"Cavaleiro das trevas", que traz Heath Ledger como o vilão Coringa, teve bilheteria recorde em seu primeiro fim de semana em cartaz e já faturou mais de US$ 1 bilhão nos cinemas do mundo inteiro. Além disso, há poucos dias, o longa foi lançado em DVD nos EUA e já teve cerca de 3 milhões de cópias vendidas.

Mas outros longas-metragens também atraíram os "piratas" da internet. "O Incrível Hulk", "Efeito Dominó" e "Trovão Tropical" estão entre os mais procurados.

Confira abaixo a lista completa:

1. "Batman - O cavaleiro das trevas" (7 milhões)

2. "O incrível Hulk" (5,8 milhões)

3. "Efeito dominó" (5,4 milhões)

4. "Zohan - O agente bom de corte" (5,3 milhões)

5. "A lenda do tesouro perdido 2" (5,2 milhões)

6. "Juno" (5,1 milhões)

7. "Trovão tropical" (4,9 milhões)

8. "Eu sou a lenda" (4,8 milhões)

9. "Ressaca de amor" (4,4 milhões)

10. "Horton e o mundo dos quem" (4,3 milhões)

fonte: g1

Ícone sexual, Bettie Page morre aos 85 anos nos EUA


Bettie Page, uma das mais famosas modelos "pin-up" e um dos ícones da revolução sexual nos anos 60, morreu em Los Angeles aos 85 anos.

Suas fotos em poses provocadoras, geralmente de biquíni, a transformaram em um dos símbolos sexuais do século 20. Ela foi uma das primeiras modelos a posar para a revista masculina "Playboy".

Segundo seu agente, Mark Roesler, Bettie Page "era a encarnação da beleza e capturou a imaginação de uma geração com seu espírito livre e descarada sensualidade".

"É com tristeza profunda que devo divulgar que minha querida amiga e cliente Bettie Page faleceu na noite desta quinta-feira em um hospital de Los Angeles", disse Roesler.

A americana, que antes de se tornar modelo era secretária, deu entrada em um hospital no mês passado com pneumonia. Na semana passada ela sofreu um ataque cardíaco e não conseguiu se recuperar.

Bettie Mae Page nasceu em Nashville, no Estado do Tennessee, em 1923. Sua carreira decolou depois que um fotógrafo amador em Nova York a fotografou em 1950.

Suas fotos sensuais em revistas passaram a ser pregadas nas paredes por todo o país (daí o termo "pin-up"). Entretanto, as diversas imagens em que a modelo aparecia em poses sadomasoquistas geraram críticas.

Em uma entrevista à "Playboy" em 1998, Bettie disse que nunca pensou que as fotos fosse motivo de vergonha para ela. "Eu me sentia normal e era muito melhor do que passar oito horas em frente a uma máquina de escrever, o que era muito monótono".

Ela se casou três vezes e não teve filhos. Bettie Page se distanciou do público no final dos anos 50 após se tornar religiosa, mas suas fotos e fama continuaram a se perpetuar nas décadas seguintes.

fonte: BBC Brasil.com

Ator norte-americano Van Johnson morre aos 92


O ator Van Johnson, astro de Hollywood nas décadas de 1940 e 50, morreu na sexta-feira aos 92 anos num asilo de Nyack, Nova York, segundo um funcionário do local.

Johnson não pôde combater na Segunda Guerra Mundial porque tinha uma placa de metal na cabeça, colocada após um acidente automobilístico. Em vez disso, virou herói de guerra nas telas, em filmes como "Dois no Céu" e "Trinta Segundos Sobre Tóquio".

Também contracenou com Humphrey Bogart em "A Nave da Revolta" e fez par romântico com atrizes como June Allyson, Esther Williams, Judy Garland e Janet Leigh.

Nascido em New Port, Rhode Island, em 1916, Johnson também atuou na Broadway. Em 1976, foi indicado ao Emmy por sua atuação na minissérie televisiva "Rich Man, Poor Man".

Era conhecido também por só usar meias vermelhas.

fonte: Reuters

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (12/12/08)

Branca de Neve Depois do Casamento (Blanche-Niege, la suite)
(Bélgica, França, Reino Unido, Polônia - 2006 - 80 min. - Animação, Comédia - 16 anos)
(Direção: Picha; Vozes: Cécile de France, Rik Mayall, Jean-Paul Rouve)

Relembrando: a Branca de Neve foi ressuscitada com um beijo do Príncipe Encantado. Depois disso, segundo as histórias de então, tiveram muitos filhos e foram felizes para sempre. Isso, convenhamos, é um tanto prematuro. Lembrando mais uma vez, eles se casam... e logo depois? Depois, uma pseudo Fada Boa aparece no pedaço em busca do Príncipe Encanto e, sem nada lhe dizer, o enfeitiça. A mágica tem um revés e pronto, eis que surge a Bela Adormecida, ainda dormindo. O príncipe, obsequioso, acorda-a com um beijo. Erro funesto. A partir daí, nada mais acontece como deveria: a caça à Branca de Neve é declarada aberta, Cinderela saltita descalça, os Sete Anões se enervam e um ogro subnutrido põe suas patas nos pratos alheios. Todos os contos de fada desatam sem controle. E depois? Depois é ainda pior... É surrealista a empolgação (dos distribuidores pelo menos) em torno da "nova obra-prima de Picha". O sujeito de nome esquisito em questão é o mesmo diretor de Tarzan - A Vergonha da Selva e, novamente, se apropria de um conto clássico para deturpá-lo com doses de malícia.




Carga Explosiva 3 (Transporter 3)
(França - 2008 - 100 min. - Ação - 12 anos)
(Direção: Olivier Megaton; Elenco: Jason Statham, Robert Knepper, François Berléand)

Este é o terceiro filme da série “Carga Explosiva", franquia que foi responsável por revelar o ator de ação Jason Statham. Dirigido pelo francês Olivier Megaton (“O Alerta Vermelho”), o novo longa coloca novamente nas ruas o ex-agente das Forças Especiais Frank Martin (Statham), que para ganhar a vida realiza entregas de alto risco. A EcoCorp, empresa corporativa de gerenciamento internacional de resíduos, obtém os direitos para operar as instalações na Ucrânia. Para que possam importar o lixo tóxico que planejam despejar em diversos terrenos que compraram, eles precisam obter a documentação correta assinada por Leonid Vasilev, Ministro do Meio Ambiente. Leonid, um firme defensor do meio ambiente, se recusa a autorizar seu país a ser poluído por esses negociantes vorazes. Para pressioná-lo a assinar, a EcoCorp contrata Jonas Johnson, ex-membro da Delta Force, atualmente fornecedor de serviços de segurança particular, encontrando um meio de fazê-lo assinar os papéis. Johnson rapta Valentina, filha de Leonid, no ímpeto de obrigá-lo a assinar os documentos necessários. O plano de Johnson é manter Valentina constantemente em movimento, para que Leonid não possa elaborar um plano de resgate. Ele tenta contratar Frank Martin para fazer o serviço de levá-la de carro, de um lugar para outro, mas Frank recusa o trabalho. Frank dá aos homens de Johnson o nome de um amigo que pode estar interessado na tarefa. Malcolm, amigo de Frank, aceita o trabalho, mas não tem competência para realizá-lo. Ele é alvejado por um dos homens de Johnson e acaba batendo de carro de encontro à casa de Frank, com Valentina dentro. Quando Frank tenta ajudar Valentina a sair, ele é golpeado e quando desperta, se vê envolvido por Johnson e forçado a assumir o trabalho que não queria.




Eu Sou Juani (Yo soy la Juani)
(Espanha - 2006 - 100 min. - Comédia - 16 anos)
(Direção: Bigas Luna; Elenco: Verónica Echegui, Dani Martín, Laya Martí)

De Bigas Luna, diretor que venceu o Festival de Veneza por seu trabalho em A Teta e a Lua, Eu Sou Juani apresenta a moça mencionada no título do filme, que junto a uma amiga parte para Madri, intencionada a sair da vida monótona que lhe incomoda. Desejando se tornar uma grande atriz, Juani passa por diversos problemas, alguns envolvendo a falta de dinheiro e outros, sua falta de talento.




L.A.P.A. (L.A.P.A.)
(Brasil - 2008 - 75 min. - Documentário - 12 anos)
(Direção: Cavi Borges e Emilio Domingos)

Documentário sobre o universo do hip hop e o cotidiano de quem busca sobreviver de música no Brasil, tudo ambientado no tradicional bairro da Lapa carioca. Contando com depoimentos de várias personalidades do hip hop nacional, como Marcelo D2 e BNegão, L.A.P.A é um documentário carioca que apresenta a dura realidade de músicos no Brasil, além de apresentar um panorama da situação da black music em nosso país.




Madagascar 2 (Madagascar: Escape 2 Africa)
(EUA - 2008 - 89 min. - Animação - Livre)
(Direção: Eric Darnell e Tom McGrath; Vozes: Ben Stiller, Chris Rock, Sacha Baron Coen)

Na altamente esperada seqüência de "Madagascar", Alex, Marty, Melman, Gloria, Rei Julien, Maurice, os pingüins e os chimpanzés encontram-se esquecidos no longínquo litoral de Madagascar e resolvem bolar um plano tão doido que pode até dar certo. Com precisão militar, os pingüins consertam – ou quase – um velho avião que caiu na ilha. Quando o primeiro vôo da Air Pingüim decola, essa atípica tripulação fica no ar apenas tempo suficiente para chegar o mais próximo possível da natureza – nas vastas planícies da África, onde as atrações do Zoológico de Nova York encontram espécies semelhantes a elas pela primeira vez na vida. A África parece ser um local maravilhoso... Mas é melhor que o lar no Central Park? Lançado em 2005, "Madagascar" fez grande sucesso, angariando mais de meio bilhão nas bilheterias mundiais e se tornando a animação do ano. “O filme foi um sucesso porque tinha personagens divertidos e agradáveis com os quais as pessoas se identificavam”, diz o roteirista e diretor Eric Darnell. O também roteirista e diretor Tom McGrath acrescenta: “Simplesmente nos apaixonamos pelos personagens que criamos com Ben Stiller, Chris Rock, David Schwimmer e Jada Pinkett Smith. E, claramente, isso aconteceu com todo mundo. Reunimos um belo elenco que adoramos. Exploramos o tema de civilidade versus vida selvagem e transformamos isso em uma história de amizade entre animais de zoológico que têm seus laços testados quando chegam à natureza".




O Demoninho de Olhos Pretos (O Demoninho de Olhos Pretos)
(Brasil - 2007 - 100 min. - Drama - 12 anos)
(Direção: Haroldo Barbosa; Elenco: Nelson Freitas, Camilla Amado, Otávio Terceiro)

Um homem recém-arruinado, de caráter duvidoso, está disposto a qualquer coisa para reconquistar a boa vida. Dois primos travam um embate mortal pelo amor de uma mulher que os faz de bobos. Um rapaz em desesperadora situação financeira decide se matar, mas volta atrás ao se deparar com um lindo pé de moça. Dois amigos aplicam um golpe na praça e planejam uma fuga para Buenos Aires. Estas histórias bem-humoradas de Machado de Assis, publicadas em 1870, no livro “Contos Fluminenses”, são lidas e narradas em momentos diferentes dos séculos XX e XXI, interferindo diretamente no comportamento de seus quatro leitores.




O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pyjamas)
(EUA, Reino Unido - 2008 - 94 min. - Drama - 12 anos)
(Direção: Mark Herman; Elenco: David Thewlis, Vera Farmiga, Rupert Friend)

Bruno, de oito anos de idade, é o filho protegido de um oficial nazista cuja promoção leva toda família a deixar sua confortável casa em Berlim para seguir para uma área desolada onde o menino solitário não tem o que fazer e nem com quem brincar. Muito entediado e movido pela curiosidade, Bruno ignora as insistentes recomendações da mãe de não explorar o jardim dos fundos e segue para a “fazenda” que ele viu a certa distância. Lá ele encontra Shmuel, um menino da sua idade que vive uma existência paralela e diferente do outro lado da cerca de arame farpado. "O Menino do Pijama Listrado" é uma fábula cuja intenção é dar uma perspectiva singular sobre os efeitos que o preconceito, o ódio e a violência têm sobre pessoas inocentes, sobretudo crianças, durante a guerra. Através dos olhos vivos de um menino alemão de 8 anos de idade bastante protegido da realidade da guerra, nós testemunhamos uma amizade proibida que se desenvolve entre Bruno, filho de um comandante nazista, e Shmuel, um menino judeu prisioneiro de um campo de concentração. Apesar de separados por uma cerca de arame farpado, as vidas dos meninos acabam profundamente interligadas.




Rebobine, Por Favor (Be Kind Rewind)
(EUA - 2008 - 101 min. - Comédia - Livre)
(Direção: Michel Gondry; Elenco: Jack Black, Mia Farrow, Danny Glover)

Jerry (Jack Black) trabalha num ferro-velho e tem muitas dores de cabeça. Ele acha que isso é por causa da rede elétrica que passa ali. Seu plano para sabotar as instalações dá errado e, para piorar, seu cérebro fica magnetizado. Isso faz com que ele destrua todos os filmes disponíveis na locadora de seu amigo (Mos Def). Para satisfazer a cliente mais leal da loja, uma senhora idosa, Jerry e o amigo contam com a ajuda da população da cidade e recriam as principais cenas e diálogos de filmes como "O Rei Leão", "Hora do Rush", "Caça-Fantasmas", "Quando Éramos Reis", "De Volta para o Futuro", "Conduzindo Miss Daisy" e "Robocop", entre muitos outros. A dupla então se torna as maiores estrelas da vizinhança. Em entrevista, o cineasta francês Michel Gondry falou sobre o filme: "É, basicamente, o tipo de filme que alguém alugaria num lugar que não tem DVD". O diretor proibiu que o elenco e a equipe reassistissem qualquer um deles. Tentar refazer perfeitamente todo aquele cinema, conta, não é o que ele quer. No máximo, a produção poderia dar uma espiada na capa dos VHS, para ter uma noção dos objetos de cena a serem usados. Todo mundo vem com sua própria visão do que eram esses filmes, em relação à direção de arte... Foi assim que fizemos. Mas é difícil, porque vivemos de fazer cinema, não somos como esses caras [os personagens de Be Kind Rewind]. Nós temos que pensar: Como seria se tivéssemos apenas duas horas para refilmar essas obras?", explica.

Morre o ator Robert Prosky


Personagem de vários seriados da TV, estrela de várias peças de teatro na Broadway e também atuante em cinema (Os Últimos Passos de Um Homem, O Último Grande Herói e Uma Babá Quase Perfeita) Robert Prosky deixa um legado na arte de atuar em vários papéis, prazer que ficou claro com 22 anos de filiação ao Arena Stage, teatro em Washington onde encenou mais de uma centena de peças e afirmou: "aprendi a ser ator". Prosky tinha 77 anos e faleceu de complicações após um procedimento cardíaco.

Entre seus papéis mais conhecidos na TV, figura o sargento de polícia da série Hill Street Blues, sucesso da década de 80. O aor deixa esposa e três filhos.

fonte: Variety

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Ator De'Angelo Wilson é encontrado morto em Los Angeles


De'Angelo Wilson, 29 anos, que atuou em 8 Mile - Rua das Ilusões (2002) e Voltando a Viver - Antwone Fisher (2002), foi achado morto em um prédio comercial de Los Angeles na última semana, informa o jornal Dayton Daily News.

A polícia local trabalha com a hipótese de suicídio. A mãe foi a última a falar com ele, há seis semanas. Segundo ela, seu filho passava por um momento de depressão e estava com problemas em achar trabalho.

Sem dinheiro para transportar o corpo para a cidade natal do ator, em Dayton, Ohio, a família contou com a ajuda de amigos, incluindo Antwone Fisher, cuja própria história de maus-tratos na infância virou um best-seller.

"Ele era um cara legal, engraçado, bom companheiro", disse Fisher. "É realmente muito difícil entender".

fonte: terra cinema

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

A Última Garota Noir morre em Los Angeles


Nina Foch, atriz veterana da era noir de Hollywood, morreu nesta sexta-feira (5/12) no hospital Ronald Reagan, em Los Angeles (EUA). A atriz já foi chamada de A Última Garota Noir pela publicação.

O filho da atriz, Dirk De Brito, contou ao jornal Los Angeles Times que Nina sofria da síndrome mielodisplásica, uma doença sanguínea que causa sangramentos e infecções.

A atriz, que lecionava há 40 anos na USC’s School of Cinematic Arts, passou mal na quinta-feira (4/12) durante uma aula. Nina ensinou renomados diretores, como Randal Kleiser (Grease - Nos Tempos da Brilhantina), Amy Heckerling (Nunca é Tarde Para Amar) e Edward Zwick (Diamante de Sangue).

O produtor e roteirista Marshall Herskovitz, que também foi aluno de Nina, disse que "ela tinha um ponto de vista tão profundo e provocativo, que te forçava a repensar não somente em fazer filmes, mas em sua vida e seus relacionamentos".

Nina Consuelo Maud Fock nasceu no dia 20 de abril de 1924 em Leyden, Holanda. Seu pai era o compositor ilustre Dirk Fock e sua mãe era a também atriz Consuelo Flowerton. Ela se mudou para Nova York e logo entrou na American Academy of Dramatic Arts. A atriz mudou seu nome para Nina Foch quando começou a trabalhar em filmes, nos anos 1940.

A atriz começou sua carreira no clássico noir Trágico Álibi (1945), dirigido por Joseph H. Lewis. Na trama, a atriz interpretou uma mulher que aceita um emprego de secretária de uma família rica e se vê envolvida em um assassinato.

Entre seus trabalhos de destaque estão À Noite Sonhamos (1945), Sinfonia de Paris (1951), Scaramouche (1952) e Os Dez Mandamentos (1956), além de Um Homem e Dez Destinos (1954), pelo qual foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

Nina também atuou na Broadway e em alguns seriados de TV, como Prescription: Murder (1968). Em 1994, declarou que "ensinar é a coisa mais gratificante que faço". Nina deixa três netos, filhos de Dirk De Brito.


fonte: cineclik

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Morre o diretor de cinema francês Gerard Lauzier


O diretor de cinema francês e cartunista Gerard Lauzier morreu no sábado, aos 76 anos, em Paris, anunciou neste domingo sua família.

Nascido em 30 de novembro de 1932 em Marselha, Lauzier criou, no início dos 1980, o personagem de Michel Choupon, um rapaz que se rebela contra a sociedade e tenta desesperadamente sem travas.

Dez anos mais tarde recebeu no Vigésimo Salão Internacional de Histórias em Quadrinhos o "Grande Prêmio da Cidade de Angulema", concedido pela Academia de Grandes Prêmos.

No cinema dirigiu o filme "Meu Pai Herói", com Gerard Depardieu (1991), e co-escreveu o roteiro de "Astérix e Obélix Contra César" (1999). Também participou no elenco de "Olhar Estrangeiro - Um Personagem Chamado Brasil".

fonte: AFP

sábado, 6 de dezembro de 2008

Morre Forrest J. Ackerman, lenda da ficção científica


Forrest J. Ackerman, ator, agente literário, editor de revistas e "bon vivant" em tempo integral morreu nesta quinta-feira (4) aos 92 anos. Ackerman é também conhecido por ter descoberto o escritor Ray Bradbury e por cunhar o termo "sci-fi" (abreviação de ficção científica).

De acordo com seu representante legal, Ackerman morreu de parada cardíaco em sua casa, em Los Angeles.

Ainda que pouco conhecido entre o grande público leitor, Ackerman era uma lenda nos círculos de ficção científica por ter fundado a revista pulp "Famous Monsters of Filmland". Ele era também proprietário de uma enorme coleção de objetos ligados à ficção científica, incluindo filmes e livros.

Todo sábado de manhã em que estivesse em casa, Ackerman costumava abrir sua casa para qualquer um que quisesse olhar seus tesouros. Ele vendeu alguns objetos e deu outros quando mudou para uma casa menor, em 2002.

"Minha mulher costumava dizer: 'como você deixa estranhos entrarem na nossa casa?'. Mas qual é o motivo de se ter uma coleção como essas se você não deixar as pessoas se divertirem com ela?", disse Ackerman à Associated Press em seu aniversário de 85 anos.

Entre os itens de sua coleção estava a capa usada pelo ator Bela Lugosi no filme "Drácula", de 1931.

Seu maior feito, contudo, foi ter descoberto Bradbury, autor de clássicos da literatura como "Fahrenheit 451" e "Crônicas marcianas". Ackerman havia espalhado um panfleto em uma livraria de Los Angeles para um clube de ficção científica que criara quando então lhe procurou um ainda adolescente Bradbury.

Mais tarde, Ackerman deu a Bradbury dinheiro para começar sua própria revista de ficção científica, "Futuria Fantasia", e deu dinheiro ao jovem escritor para que viajasse a Nova York para uma reunião de autores que ajudaria a lançar sua carreira.

Mais tarde, além de Bradbury, Ackerman foi agente literário de Isaac Asimov e de diversos outros autores de ficção científica.

Ela afirmava que o termo "sci-fi" veio à sua mente em 1954 quando escutava rádio no carro e ouviu o locutor mencionar a palavra "hi-fi" (de alta fidelidade). Logo depois, já estava usando o termo em sua revista "Famous Monsters of Filmland", fundado em 1958 e editada por ele durante 25 anos.

Ackerman fez apariçÕes em diversos filmes ao longo dos anos, incluindo "As amazonas na Lua", "Vampirella" e o videoclipe "Thriller", de Michael Jackson.

fonte: g1

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (05/12/08)

A Fronteira da Alvorada (La Frontière de l'aube)
(França - 2008 - 106 min. - Drama - P&B - 14 anos)
(Direção: Philippe Garrel. Elenco: Louis Garrel, Laura Smet, Clémentine Poidatz)

Carole é uma estrela de cinema. Apesar da fama, ela vive praticamente sozinha. O marido, que trabalha em Hollywood, parece desprezá-la. É quando surge na vida de Carole um fotógrafo que quer registrar seus momentos mais íntimos. "Rico em musas, de Anna Karina a Ludivine Sagnier, o cinema francês sabe o fascínio que exerce a beleza de uma atriz. É por essa beleza que se apaixona François (Louis Garrel), o protagonista de A Fronteira da Alvorada. Ainda mais porque François é fotógrafo - é desse fascínio que ele vive. A musa é Carole (Laura Smet), atriz solitária, ainda que rodeada de amigos, com histórico de turbulências, casada com um profissional hollywoodiano. Essas informações só recebemos depois. Antes de mais nada há a imagem de Carole, que posa para François em um apartamento em Paris: o rosto arredondado, os seios pequenos, os olhos e os cabelos claros que se valorizam com a fotografia em preto-e-branco." (Marcelo Hessel - Omelete)




A Lista - Você Está Livre Hoje? (Deception)
(EUA - 2008 - 108 min. - Suspense - 14 anos)
(Direção: Marcel Langenegger. Elenco: Hugh Jackman, Ewan McGregor, Michelle Williams)

Você está livre hoje? Esta é uma pergunta simples... mas a maneira como um homem a responde pode mudar sua vida para sempre. Esse homem é Jonathan McQuarry (Ewan McGregor), um auditor corporativo anônimo à deriva em meio à elite do poder de Nova York. Definir Jonathan como “workaholic” seria um eufemismo. Porém, um encontro casual com Wyatt Bose (Hugh Jackman), um carismático advogado corporativo, introduz Jonathan a uma Nova York que só existe para os privilegiados – um decadente playground da nata executiva de Manhattan. No mundo de Wyatt, homens vestem ternos de quatro mil dólares e afrouxam a gravata em boates esfumaçadas ao lado de mulheres maravilhosas. Todas disponíveis. Mas e os corretores que trabalham dezoito horas por dia e não têm tem tempo para uma vida social? Para eles existe “a lista”: um clube do sexo, por assim dizer, onde o telefone certo e quatro palavrinhas – “você está livre hoje?” – podem levá-lo a uma noite de completa satisfação sexual. Conforme explica a primeira conquista de Jonathan, trata-se de um mundo de “sexo por sexo, sem nomes”, através do qual ele descobre um lado seu que até então não conhecia. Mas um caso com uma estonteante e misteriosa desconhecida que atende por “S” (Michelle Williams) irá introduzi-lo a um outro mundo que ele jamais imaginou – um mundo de traição e assassinato.




Appaloosa - Uma Cidade Sem Lei (Appaloosa)
(EUA - 2008 - 114 min. - Faroeste - 12 anos)
(Direção: Ed Harris. Elenco: Jeremy Irons, Ed Harris, Viggo Mortensen)

Dois pistoleiros são contratados para tomar conta de uma pequena cidade chamada Appaloosa, que está sofrendo nas mãos de um brutal rancheiro sem respeito pela lei. Do alto da colina, uns dez índios cercam as saídas dos dois homens da lei, dos dois pistoleiros e do condenado pela justiça. Um cavalo já foi morto na primeira troca de tiros. A segunda promete ser definitiva. Um dos homens da lei sobe a colina para negociar. Consegue, milagrosamente, evitar um derramamento de sangue. Ganha em troca um... corsete. No faroeste Appaloosa - Uma Cidade Sem Lei, estrelado por homens de porte e feições duras como Ed Harris, Viggo Mortensen e Jeremy Irons, tudo gira em torno de uma mulher. Por incrível que parece, mata-se e morre-se na pequena e poeirenta Appaloosa por causa de Renée Zellweger.




Colegiais em Apuros (When Did You Last See Your Father?)
(EUA - 2008 - 95 min. - Comédia - 16 anos)
(Direção: Deb Hagan. Elenco: Drake Bell, Andrew Caldwell, Andree Moss)

Três alunos do último ano do colégio vão passar um fim de semana numa faculdade para descobrir como é a vida universitária. Quando o anão Verne Troyer aparece no meio de uma festa em Colegiais em Apuros interpretando a si mesmo, a reação inicial dos personagens não difere muito daquela do espectador: "It's fucking Mini-Me!", exclamam com todas as letras. Ele desabotoa a calça e urina na cara de um desafortunado, o que pelo menos faz esquecer da cena anterior dos colegiais tomando tequila pelas curvas de um universitário peludo.




Entre Lençois (Entre Lençois)
(Brasil - 2008 - 96 min. - Comédia, Romance - 14 anos)
(Direção: Gustavo Nieto Roa. Elenco: Reynaldo Giannechini, Paola Oliveira)

Paula e Roberto se conhecem numa boate. Ela está prestes a se casar e ele acaba de sair de uma longa relação. Os dois acabarão passando a noite toda num motel, onde - entre uma transa e outra - discutem sobre amor, desejo e inseguranças. Versão em português da produção colombiana "Entre Sabanas", assinada pelo mesmo Gustavo Nieto Roa.


Memória Para Uso Diário (Memória Para Uso Diário)
(Brasil - 2007 - 94 min. - Documentário - 10 anos)
(Direção: Beth Formaggini)

Ivanilda busca evidências que provem que seu marido, desaparecido desde 1975, foi preso pelo governo brasileiro. Romildo procura pelo corpo de seu irmão num cemitério do subúrbio carioca. Mães choram por seus filhos, assassinados pela polícia nas favelas. Elas pertencem ao grupo "Tortura Nunca Mais" que, interagindo entre a lembrança traumática e o esquecimento, trazem à tona a memória de fatos recentes. Revelam ainda a seletividade da história oficial e constroem uma memória política. Pensam o passado para que possam libertar o futuro dos fantasmas que ainda os perseguem no presente.




Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez? (When Did You Last See Your Father?)
(Reino Unido, Irlanda - 2007 - 92 min. - Drama - 14 anos)
(Direção: Anand Tucker. Elenco: Jim Broadbent, Colin Firth, Juliet Stevenson)

Escritor, filho de um médico, se ressente por nunca ter sido aceito pelo pai. Agora que o velho está doente, eles têm a última chance de se entender. Logo nos primeiros minutos o drama britânico Quando Você Viu seu Pai pela Última Vez? nos dá as coordenadas de seu conflito principal. Quando pequeno, o filho invejava a lábia e a malandragem do pai. Adulto, se ressente por nunca ter ganhado do velho o reconhecimento que merecia. Algo aconteceu nesse meio tempo (na verdade, quase 30 anos, dos anos 60 até 1989) que azedou a relação - e é isso que o diretor Anand Tucker quer nos mostrar.

Movimento boicota o filme "Milk" na rede Cinemark


Com estréia oficial aguardada para 5 de dezembro, o longa-metragem “Milk”, estrelado por Sean Penn (“21 Gramas”) e dirigido por Gus Van Sant (“Paranoid Park”), já enfrenta uma baixa nas vendas de ingressos. O movimento “No Milk for Cinemark” busca arrecadar o máximo de telespectadores contrários a assistir o filme nas redes Cinemark norte-americanas.

O impasse se deu pelo fato de Alan Stock, CEO da empresa, ter doado US$ 9.999 para a campanha “Yes on 8" que apóia a proibição da união entre pessoas do mesmo sexo. Idealizado por um grupo favorável ao casamento gay da Califórnia, o movimento pretende impedir que 1000 pessoas assistam ao filme nos cinemas da rede. Com esse específico montante, os cinemas deixariam de arrecadar a lucro semelhante a quantia doada por Stock.

Milk” conta a história de Harvey Milk (Penn), primeiro político homossexual assumido dos Estados Unidos. Ele se tornou mártir dos direitos homossexuais quando foi assassinado, em 1978. Seu político rival e responsável pelo crime, Dan White (Josh Brolin, de "Onde os Fracos Não Tem Vez"), foi condenado a apenas sete anos de prisão.

Nós queremos que você veja ‘Milk’. Nós queremos que todos vejam ‘Milk’. Mas se você tem uma escolha, veja em outro lugar”. Esse é o slogan do movimento. Para mais detalhes confira o site oficial aqui e a página da rede social Facebook aqui, que já conta com mais de 20.000 inscritos. No Brasil ainda não foi disponibilizada data de estréia.

fonte: cinema com rapadura