quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (30/01/09)

Andarilho
(Andarilho)
Produção:
Brasil, 2007
Gênero: Documentário
Duração: 80 min.

Classificação: livre
Distribuidora: Usina Digital
Direção: Cao Guimarães
Estréia: Rio de Janeiro (estreou em Belo Horizonte em 29/8/2008)

Sinopse: Entre Montes Claros e Pedra Azul, no nordeste de Minas Gerais, três andarilhos solitários percorrem trajetórias distintas, relacionando-se, cada qual à sua maneira, com os elementos de um mundo onde tudo é transitório. Segundo filme da trilogia da solidão de Cao Guimarães que trata da relação entre o caminhar e o pensar. A partir do constante movimento de sons e imagens, propõe uma reflexão sobre a vida como lugar de mera passagem.



Barry e a Banda das Minhocas

(Disco ormene/Sunshine Barry and Disco Warms)
Produção: Dinamarca/Alemanha, 2008
Gênero: Animação infantil
Duração: 75 min.
Classificação: livre

Distribuidora: Imagem
Direção: Thomas Borch Nielsen

Elenco: (vozes) David Bateson, Heather Carino, Helle Dolleris, Trine Dyrholm, Peter Frödin, Jason Graae, Lars Hjortshøj, Frank Lenart, Troels Lyby, Tesz Millan, Birthe Neumann, Peter Hesse Overgaard

Sinopse: Barry é uma jovem minhoca que está cansada de ficar na base da cadeia alimentar! Todos os outros insetos consideram a minhoca um zero à esquerda. Além de comer terra, minhocas têm terra na cabeça! A única perspectiva de futuro de Barry é uma “carreira” enfadonha como gerente na indústria de adubos! Se Barry pudesse realizar um único desejo, seria jamais ter nascido uma minhoca! Mas um dia Barry encontra um antigo vinil de disco music, e o boogie entra nas suas veias. A música mexe com ele, e ele quer mais. Ele TEM de dançar. Coisa que nunca havia feito. Então ele tem uma idéia genial. Vai montar a maior banda do mundo, “Barry e suas Minhocas”, e vão tocar o boogie mais irado! Dançar o “bus stop”, “the hustle” e “the funky chicken”! O boogie fará todos os outros insetos do quintal terem vontade de dançar e eles esquecerão completamente que Barry é uma minhoca! É a forma de deixar para trás a sua vida miserável! Barry se inscreve em um grande concurso de música, que será transmitido ao vivo para todo o jardim! Ele se esqueceu apenas de um pequeno detalhe: “minhocas não têm ritmo”! "Mas", como Barry costuma dizer, "vamos fazer assim mesmo!" E então ele começa a montar sua banda. Porém, se você acha difícil montar uma banda de minhocas, espere até ver a dificuldade que é fazê-las tocar no tempo certo. Quando eles finalmente conseguem acertar o ritmo, descobrem que a emissora de TV não permite minhocas no palco.




Foi Apenas Um Sonho

(Revolutionary Road)
Produção: EUA/Reino Unido, 2008
Gênero: Drama

Duração: 119 min.
Classificação: 16 anos

Distribuidora: Paramount
Direção: Sam Mendes
Elenco: Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Kathy Bates


Sinopse:
Frank e April sempre se consideraram especiais, diferentes, prontos e dispostos a levar uma vida baseada em altos ideais. Assim, quando se mudam para o novo lar na Revolutionary Road, eles orgulhosamente declaram sua independência da inércia do subúrbio que os envolve e prometem jamais ficarem presos aos limites sociais de sua época. Mas mesmo com todo o seu charme, beleza e irreverência, os Wheeler se veem tornar exatamente o que não esperavam: um bom homem preso num trabalho de rotina e uma insatisfeita dona-de-casa sedenta por realização e paixão – uma família americana com sonhos perdidos, como outra qualquer. Determinados a mudar o destino, April arma um ousado plano para recomeçar: deixar o conforto de Connecticut para trás e ir para Paris. Porém, quando o plano é colocado em prática, eles são levados a seus extremos – um para fugir, seja qual for o preço, o outro para salvar tudo o que eles têm. O romance de Richard Yates Foi Apenas um Sonho sacudiu o mundo literário. Os personagens principais da história – um casal com grandes sonhos formado por Frank e April Wheeler – tornaram-se fortemente reais para os leitores e, desde então, têm gerado discussões sobre a natureza do casamento, os papéis de homens e mulheres na sociedade moderna e a possibilidade de conciliar família, emprego e responsabilidades com os desejos da juventude. A obra de Yates percorreu uma longa jornada das páginas para as telas, e agora "Foi Apenas um Sonho" chegou aos cinemas.




Ninho Vazio

(El nido vacio)
Produção:
Argentina/França/Espanha/Itália, 2008
Gênero: Drama

Duração: 91 min.

Classificação: 12 anos
Distribuidora: Imovision
Direção: Daniel Burman
Elenco: Oscar Martínez, Cecilia Roth, Arturo Goetz


Sinopse:
Ninho Vazio explora o vazio gerado quando os filhos crescem e saem de casa, revelando bruscamente as lacunas existentes num casamento, ocultas durante anos pelo caos cotidiano da vida familiar. Em Ninho Vazio, é Leonardo, um escritor bem-sucedido, quem se encontra nessa situação. Incomodado pelas situações sociais impostas por sua vida de classe média de Buenos Aires, Leonardo se comporta como um homem à beira de uma crise de meia-idade, indulgente com suas neuroses e intolerante às mudanças que ocorrem à sua volta. Já sua mulher, Martha, se adapta facilmente ao retornar para a Universidade e lança-se com entusiasmo em qualquer atividade que lhe sirva de distração. Leonardo prefere a introversão. Elege entregar-se à sua imaginação e aventurar-se em sua própria viagem. Ninho Vazio narra essa viagem, desde os acontecimentos mundanos à volta da cadeira de dentista até as águas calmas do Mar Morto. Leonardo consegue um entendimento mais profundo da maneira que deverá comportar-se para ser capaz de seguir sua vida com alguma tranqüilidade. Durante essa viagem pessoal, recebe ajuda de um especialista em neurologia, Dr. Spivack, a quem conhece num jantar, e de uma jovem dentista, Violeta, com quem inicia um romance impulsivo e de breve duração. Apenas quando aceita sua situação, o que inclui um genro com suas próprias ambições literárias, uma filha que se instala em Israel e uma mulher com um entusiasmo surpreendente para a vida social e para a terapia, Leonardo é capaz de ser feliz realmente.





Sim, Senhor

(Yes Man)
Produção: EUA, 2009
Gênero: Comédia
Duração: 104 min.
Classificação: 14 anos
Distribuidora: Warner
Direção: Peyton Reed
Elenco: Zooey Deschanel, Jim Carrey, Molly Sim


Sinopse:
Jim Carrey estrela "Sim Senhor!" como Carl Allen, um homem cuja vida não está indo a lugar algum – e bota “não” nisso -, até que se inscreve em um programa de autoajuda baseado em uma única premissa: dizer sim para toda e qualquer coisa. Liberar o poder do “SIM” começa a transformar a vida de Carl de formas surpreendentes e inesperadas, fazendo com que seja promovido no trabalho e abrindo as portas para um novo amor. Mas com sua intenção de abraçar todas as oportunidades, ele pode acabar descobrindo que tudo que é demais enjoa. Peyton Reed ("Separados pelo Casamento") dirigiu "Sim Senhor!" a partir de um roteiro de Nicholas Stoller, Jarrad Paul e Andrew Mogel, baseado no livro de Danny Wallace. A vida de Carl Allen está um marasmo. Quando ele não está recusando pedidos de empréstimo no banco em que trabalha, está recusando convites de amigos e passa as noites assistindo televisão sozinho no sofá. Ele realmente se tornou alguém que só diz “não”. “Já fui esse cara. Conheço muitas pessoas que estão nessa situação em que se evita viver. ‘Eu vivo no País da Fuga’. Para mim, o filme é sobre a escolha de participar da vida e foi isso que despertou meu interesse nele. Às vezes dizer ‘não’ é dizer ‘sim’ para outra coisa, para algo maior que cruzará o seu caminho. E, às vezes, dizer ‘não’ a um convite é dizer ‘sim’ para o sofá e batatas fritas. Faça apenas o que for certo para você”, aconselha Jim Carrey, que protagoniza o filme como Carl. “Mas geralmente não é das coisas a que dizemos ‘sim’ que nos arrependemos; é quando dizemos ‘não’ que olhamos para trás e pensamos 'Ah, eu podia ter vivido um pouquinho mais'".


quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Falece o diretor e produtor Kim Manners


Faleceu neste dia 25 de janeiro o diretor e produtor Kim Manners, conhecido por seu trabalho em seriados como Arquivo-X e mais recentemente, em Supernatural. Manners morreu aos 59 anos de idade, depois de uma longa batalha contra o câncer de pulmão.

Ele estreou na direção em 1978, no seriado As Panteras. Seus créditos como diretor também incluem Anjos da Lei, Missão Impossivel, Simon & Simon, As Aventuras de Brisco County Jr. e Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, entre outros.

Seu primeiro trabalho como produtor veio com o seriado Arquivo X, em que trabalhou em quase 100 episódios, muitos dos quais também dirigiu. Com o fim da série em 2002, realizou projetos menores até ser contratado para dirigir e produzir Supernatural em 2005. Nesta série, cuidou das três primeiras temporadas, e do primeiro episódio da quarta.

fonte: HQManiacs

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Ator Renato Consorte morre aos 84 anos


Morreu nesta segunda-feira (26/1) o ator Renato Consorte, informou o jornal Folha de S. Paulo. Aos 84 Anos, Consorte lutava contra um câncer de próstata há cinco anos e faleceu no Hospital Oswaldo Cruz.

Com 39 filmes ao longo de quase 60 anos de carreira, Consorte atuou em comédias, como Família Lero-Lero (1953) e Os Trapalhões no Auto da Compadecida (1987), e em dramas como Rio 40 Graus (1955) e Eles Não Usam Black-Tie (1981).

Consorte também atuou em diversos programas de TV e novelas. Entre seus trabalhos recentes estão o longa O Homem que Desafiou o Diabo (2007) e a novela Bang Bang, da Rede Globo.

Confira a filmografia completa do ator:

Caiçara (1950)
Ângela (1951)
Terra É Sempre Terra (1952)
Tico-Tico no Fubá (1952)
Sai da Frente (1952)
Apassionata (1952)
Veneno (1952)
Esquina da Ilusão (1953)
Sinhá Moça (1953)
A Família Lero-Lero (1953)
É Proibido Beijar (1954)
Na Senda do Crime (1954)
Floradas na Serra (1954)
Rio 40 Graus (1955)
Osso, Amor e Papagaio (1957)
A Baronesa Transviada (1957)
Garota Enxuta (1959)
Um Caso de Polícia (1959)
Ladrão em Noite de Chuva (1960)
Pluft, o Fantasminha (1965)
Cristo de Lama (1966)
O Bandido da Luz Vermelha (1968)
Gente que Transa (1974)
Sabendo Usar Não Vai Faltar (1976)
Curumim (1978)
O Coronel e o Lobisomem (1979)
Ato de Violência (1980)
Eles Não Usam Black-Tie (1981)
O Menino Arco-Íris (1983)
O Baiano Fantasma (1984)
O Cavalinho Azul (1984)
Sonho Sem Fim (1985)
Os Trapalhões no Auto da Compadecida (1987)
Zuleika (1992)
Sua Excelência, o Candidato (1992)
O Casamento de Romeu e Julieta (2005)
Cafundó (2005)
Boleiros 2 - Vencedores e Vencidos (2006)
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007)


fonte: cineclik

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (23/01/09)

Austrália
(Austrália)
Produção: EUA, Austrália - 2008
Gênero: Romance, Drama
Duração: 165 min.
Classificação: a definir
Distribuidora: Fox
Direção: Baz Luhrmann
Elenco: Nicole Kidman, Hugh Jackman, David Wenham, Bryan Brown, Essie Davis

O filme conta a história de uma aristocraca inglesa, interpretada por Nicole Kidman, responsável por herdar um grande rancho. À medida que um barão inglês do gado procura comprar as terras da mulher, ela, de maneira relutante, se alia a um vaqueiro, vivido por Hugh Jackman ("X-Men" e "Fonte da Vida"), com o objetivo de retirar as suas cabeças de gado do local. Essa viagem, todavia, os levará a Darwin, cidade australiana prestes a ser bombardeada pelas forças japonesas, no começo da Segunda Guerra Mundial. Extras: Para a musa Nicole Kidman, este é o longa-metragem dos seus sonhos. Ele é escrito e dirigido pelo aclamado Baz Luhrmann, com quem Kidman trabalhou anteriormente no musical "Moulin Rouge". A vencedora do Oscar de Melhor Atriz por "As Horas" comentou ser extraordinário participar de um épico como "Austrália", e confessou ser algo que sonhava em fazer desde que era uma criança. "Para 'Moulin Rouge' fizemos tudo no estúdio, mas para esse filme estivemos em locações o tempo inteiro - em Darwin, em Queensland e depois acampamos em tendas no meio do deserto", narrou uma empolgada Kidman. Aos quarenta anos, a atriz disse que uma das coisas que a fez mais feliz durante as filmagens foi não precisar fazer uso de tela verde - recurso utilizado para realização de efeitos visuais. "Me tornei atriz porque queria atuar ao lado de outros atores. Essa é a beleza do filme de Baz [Luhrmann] - você está na locação respirando o ar, sentindo o impacto do pôr-do-sol", finalizou. Hugh Jackman também comentou: "Este filme estará em uma escala jamais vista antes. É de longe o maior filme australiano já feito", disse o astro. Hugh ainda comentou um pouco mais sobre o projeto. "É tão bom ver australianos em smokings. É como o elenco de Happy Feet [outro filme o qual contou com dublagem de Jackman e Kidman, ambos australianos]".




Juventude
(Juventude)
Produção: Brasil - 2008
Gênero: Drama

Duração: 72 min.

Classificação: 12 anos
Distribuidora: Filmes do Estação

Direção: Domingos Oliveira
Elenco: Domingos Oliveira, Paulo José, Aderbal Freire Filho
Estréia:
São Paulo (estreou no Rio de Janeiro em 25/12/2008)

David, Antonio e Ulisses foram amigos a vida toda. Desde sua reunião, ainda adolescentes, para uma representação colegial de "A Ceia dos Cardeais", de Julio Dantas, o clássico português. Passados 50 anos, reúnem-se uma noite para comemorar seu encontro e efetuarem um balanço das suas vidas e, particularmente, seus amores. Trata-se de um estudo da psicologia e problemática dos homens entre 65 e 70 anos. O trabalho contém na sua gênese a intenção de resultar num filme belo e profundo, além de engraçado que estude sem medo e francamente, a situação psicológica e filosófica dos "cardeais". Homens inteiros, ainda sem os beneplácitos da senilidade, no entanto próximos e diante de seu próprio fim.






Novo Século Americano

(Il nuovo secolo americano / The New American Century)
Produção: Itália - 2007
Gênero: Documentário

Duração: 94 min.

Classificação: a definir
Distribuidora:
MovieMobz
Direção:
Massimo Mazzucco

Após apresentar as inconsistências da versão oficial dos atentados de 11 de setembro no documentário "11 de Setembro - O Engano Global", em "Novo Século Americano" o diretor Massimo Mazzucco aborda os bastidores históricos, filosóficos e econômicos dos ataques terroristas de 2001, sugerindo que eles não foram perpetrados por terroristas muçulmanos, mas concebidos e orquestrados pela própria administração americana que estava no poder à época dos eventos.




Rumba
(Rumba)
Produção: França, Bélgica - 2008
Gênero: Comédia

Duração: 77 min.

Classificação:
a definir
Distribuidora: Filmes do Estação

Direção:
Dominique Abel, Fiona Gordon e Bruno Romy
Elenco:
Dominique Abel, Fiona Gordon, Philippe Martz

Casal de professores de uma escola rural tem em comum a paixão por danças latinas. Um acidente de carro, depois de uma competição de dança, vai mudar a vida dos dois.




Surpresas do Amor
(Four Christmases)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Comédia

Duração: 89 min.

Classificação:
12 anos
Distribuidora: Playarte

Direção:
Seth Gordon
Elenco:
Reese Witherspoon, Vince Vaughn, Robert Duvall

Os pais dele são divorciados. Os dela também. Todos eles se casaram de novo. E como quatro famílias são demais para qualquer um, Brad (Vince Vaughn) e Kate (Reese Whiterspoon) sempre viajam nas férias de fim de ano. Só que desta vez todos os vôos foram cancelados e eles serão obrigados a encarar as tradicionais reuniões familiares. Imagine só a confusão que este jovem casal vai enfrentar para conseguir visitar (e levar os presentes) estas quatro casas diferentes durante o Natal.




Um Faz De Conta Que Acontece
(Bedtime Stories)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Comédia

Duração: 95 min.

Classificação:
a definir
Distribuidora: Sony

Direção:
Adam Shankman
Elenco:
Adam Sandler, Keri Russell, Zoe Pauliks

Em seu primeiro trabalho com a Walt Disney Pictures, o ator Adam Sandler é o protagonista da comédia familiar "Um Faz De Conta Que Acontece", um conto de fadas moderno sobre esperança e desejos, dirigido por Adam Shankman (“Hairspray - Em Busca da Fama”). Embora não seja um filme natalino típico, o lançamento nos Estados Unidos foi no dia de Natal. Sandler continua no papel de azarado, mas desta vez está menos irado do que em personagens anteriores. No filme, seu pai tinha um motel em Hollywood, mas é obrigado a vendê-lo para um hoteleiro que tem pavor de germes. Agora, o filho tem de trabalhar como "faz-tudo" no hotel de luxo construído no local onde ficava o motel do pai. Quando sua irmã, interpretada pela atriz Courtney Cox (a Monica do seriado “Friends”), perde o emprego como diretora de escola, passa a dividir-se entre as entrevistas de emprego e um bico como babá dos filhos de uma amiga, tarefa para a qual recruta o irmão para ajudá-la. O personagem de Sandler não leva o menor jeito com crianças - sua única habilidade é mudar as histórias para dormir. Logo, as crianças começam a contribuir e até a editar suas histórias (preferindo finais felizes). Então, estranhamente, partes das histórias começam a acontecer na vida real e Sandler tenta entender por que isso acontece.




Um Táxi Para a Escuridão
(Taxi to the Dark Side)
Produção: EUA - 2007
Gênero: Documentário

Duração: 106 min.

Classificação: a definir
Distribuidora:
MovieMobz
Direção:
Alex Gibney

Documentário que apresenta a cruel prática de tortura cometida pelos Estados Unidos no Afeganistão, Iraque e Baía de Guantanamo (Cuba). O filme tem como pano de fundo a história de um motorista de táxi afegão que foi preso, torturado e morto em 2002.




Na próxima semana: Barry e a Banda das Minhocas, Foi Apenas Um Sonho, Katyn, Ninho Vazio, Sim Senhor. Sujeito a alterações por parte das distribuidoras.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (16/01/09)


Appaloosa - Uma Cidade Sem Lei
(Appaloosa)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Faroeste
Duração: 114 min.
Classificação: 14 anos
Distribuidora: Playarte
Direção: Ed Harris
Elenco: Jeremy Irons, Ed Harris, Viggo Mortensen
Estréia: Rio de Janeiro (estreou em São Paulo em 5/12/2008)

Sinopse: Appaloosa é uma cidade de mineradores do Velho Oeste. Em 1882, seus habitantes presenciam a passagem do agente federal Virgel Cole (Ed Harris) e seu assistente e parceiro Everret Hitch (Viggo Mortensen), cuja fama de pacificadores os precedia nas cidades sem lei naquela terra de ninguém. Esse é o princípio de "Appaloosa – Uma Cidade sem Lei", que reúne em seu elenco Viggo Mortensen (indicado ao Oscar de Melhor Ator por “Senhores do Crime”), Ed Harris (indicado quatro vezes ao Oscar, entre eles pelo filme “Pollock”), Renée Zellweger (vencedora da estatueta por “Cold Mountain”) e o veterano Jeremy Irons (vencedor do Oscar de Melhor Ator por “O Reverso da Fortuna”). Esse faroeste dirigido pelo próprio Ed Harris é adaptação do romance homônimo de Robert B. Parker. Esses elementos dão vida à pequena cidade mineradora de Appaloosa, onde um rancheiro poderoso e implacável chamado Randall Bragg (Jeremy Irons) controla tudo e todos com seu bando de pistoleiros sem alma. Quando o xerife local é assassinado a sangue frio, Virgil Cole e Everret Hitch são contratados para encontrar o matador e levá-lo à justiça. Enquanto começam a estabelecer a nova ordem na base dos tiros e da coragem, Cole e Hitch dão de cara com uma misteriosa e provocativa recém-chegada. Allison Frence (Renée Zellweger) se comporta de modo tão surpreendente e inesperado que pode minar o foco e, acima de tudo, destruir essa parceria construída ao longo de décadas de tiroteios e camaradagem entre esses dois homens da lei.






As Testemunhas

(Les témoins)
Produção: França - 2007
Gênero: Drama
Duração: 115 min.
Classificação: 16 anos
Distribuidora: Filmes do Estação
Direção: André Téchiné
Elenco: Michel Blanc, Emmanuelle Béart, Sami Bouajila
Estréia: Rio de Janeiro

Sinopse: Manu tem 20 anos quando chega a Paris para procurar emprego. No começo, ele se muda com sua irmã, Julie, que aluga um quarto em um hotel barato. A vida de Julie gira em torno da música. Ela treina para ser uma cantora de ópera e se esforça para manter a devida distância de seu irmão, que parece estar sempre em ebulição. Manu é um pássaro noturno. Uma noite ele encontra Adrien, um extrovertido e bem cuidado médico homossexual de 50 e poucos anos, por quem sente uma atração platônica. Adrien rapidamente introduz Manu ao seu círculo de amizades. E o leva a uma viagem de barco no Mediterrâneo com um jovem casal: Mehdi, que é policial, e Sarah, uma escritora. O nascimento do primeiro filho, parece ter feito esse casal pouco convencional ainda mais feliz, mas as aparências enganam. Para Medhi, a paternidade aumentou seu lado tirânico, o que levou a um comportamento excessivo tanto no trabalho quanto na sua rotina sexual. Por outro lado, Sarah está impossibilitada de levar a cabo sua função de mãe, pois sente que isso diminuí sua identidade enquanto mulher. Incapaz de se vincular ao bebê, mergulha em seus escritos, numa busca desesperada por inspiração. A chegada de Manu em Paris cria ondas arrebatadoras nos relacionamentos de todos eles. Sem querer, Manu os força a encarar seus verdadeiros desejos.




Beijo na Boca, Não!
(Pas sur la bouche)
Produção: França, Suiça - 2003
Gênero: Comédia
Duração: 115 min.
Classificação: a definir
Distribuidora: Pandora
Direção: Alain Resnais
Elenco: Sabine Azéma, Pierre Arditi, Lambert Wilson

Sinopse: Durante sua estadia nos EUA, Gilberte (Sabine Azéma) se casou com o norte-americano Eric (Lambert Wilson). A relação foi um fracasso, não durou muito. Além disso, o compromisso não poderia ser reconhecido na França, para onde Gilberte iria voltar. Em seu país natal, casa-se com Valandray (Pierre Arditi), um milionário que acredita ser o primeiro marido de Gilberte. A única pessoa que sabe do segredo é a irmã dela, Arlette (Isabelle Nanty), que é solteira.




Fundo do Mar - 3D

(Deep Sea - 3D)
Produção: Canadá, EUA - 2006
Gênero: Documentário
Duração: 41 min.
Classificação: a definir
Distribuidora: Warner Bros.
Direção: Howard Hall
Elenco: (voz) Johnny Depp e Kate Winslet
Estréia: São Paulo

Sinopse: Johnny Depp e Kate Winslet são os narradores deste documentário feito para ser exibido no sistema IMAX (de tela gigante). Realizado em terceira dimensão, as câmeras mergulham nas profundezas do oceano e captam imagens surpreendentes das criaturas mais bizarras.




Inútil
(Wuyong/Useless)
Produção: China, Hong Kong - 2007
Gênero: Documentário
Duração: 80 min.
Classificação: 10anos
Distribuidora: Filmes da Mostra
Direção: Jia Zhang-Ke
Estréia: São Paulo

Sinopse: Três retratos sobre vestuário baseados em pessoas que fazem as roupas e pessoas que as vestem. Um dia quente e úmido em Cantão (Guangzhou). Imersas no barulho tonitruante das máquinas de costura, mulheres trabalham em silêncio numa confecção, sob lâmpadas fluorescentes. As peças ali produzidas serão vendidas para clientes desconhecidos. Do mesmo modo, o futuro de cada trabalhadora na linha de produção é obscuro. Um dia de inverno em Paris. A estilista chinesa Ma Ke prepara num evento espetacular o lançamento de sua nova marca Wu Yong (Inútil). Criadora anti-fashion, ela abomina a linha de montagem. O diferencial em sua linha de roupas é o procedimento de enterrá-las para permitir que a natureza e o tempo dêem o toque final em seu trabalho. Um dia poeirento na região das minas de Fenyang. A pequena loja de um alfaiate atende sua habitual clientela de mineiros, que precisam de reparos em suas roupas e aproveitam para ter animadas conversas. O filme ganhou o Prêmio Horizontes de melhor documentário no festival de Veneza 2007.




O Corajoso Ratinho Despereaux
(The Tale of Despereaux)
Produção: Reino Unido, EUA - 2008
Gênero: Animação, Aventura
Duração: 100 min.
Classificação: livre
Distribuidora: Universal
Direção: Sam Fell e Gary Ross
Elenco: (voz) Emma Watson, Matthew Broderick, Dustin Hoffman, Tracey Ulman, Kevin Kline, William H. Macy, Stanley Tucci, Christopher Lloyd, Sigourney Weaver

Sinopse: Era uma vez um reino repleto de magia e felicidade – além de litros e mais litros de uma sopa de dar água na boca. Um triste acidente, porém, muda tudo e faz o rei mergulhar em melancolia, a princesa se encher de saudade e o povo da cidade ficar sem sua deliciosa sopa. A luz do sol desaparece e não há mais esperanças... até o nascimento de Despereaux Tilling, um ratinho com sede de aventura. Certo dia, ao visitar a biblioteca do castelo real, onde se diverte com histórias de cavaleiros, dragões e bondosas damas, o bravo camundongo torna-se amigo da princesa, que deseja escapar do pesar que teve início com a morte de sua mãe. No entanto, as peripécias de Despereaux são descobertas por outros camundongos – que o julgam ousado demais por falar com humanos –, e ele é levado para o mórbido Mundo das Ratazanas, lugar onde não há luz. Lá, Despereaux é salvo pelo renegado rato Roscuro, visitante de outras terras, banido pelos humanos, mas que ainda sonha com honradez e heroísmo. Quando, por puro medo, a princesa despreza a amizade de Roscuro, ele torna-se um verdadeiro rato malvado, arquitetando um plano de vingança com a invejosa criada Mig. Porém, depois que a princesa é raptada, Despereaux descobre que até mesmo um pequeno camundongo pode ter a coragem de um cavaleiro.




O Curioso Caso de Benjamin Button
(The Curious Case of Benjamin Button)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Drama, Fantasia
Duração: 159 min.
Classificação: 12 anos
Distribuidora: Warner
Direção: David Fincher
Elenco: Brad Pitt, Cate Blanchett, Tilda Swinton

Sinopse: Drama baseado no clássico romance homônimo escrito por F. Scott Fitzgerald nos anos de 1920, que conta a história de Benjamin Button (Brad Pitt), um homem que misteriosamente começa a rejuvenescer e passa a sofrer as bizarras consequências do fenômeno. Button, estranhamente, chega aos seus 80 e poucos anos - na New Orleans de 1918, quando a Primeira Guerra está chegando ao fim - e a partir disso começa a ficar mais jovem. Ainda que a cronologia do tempo segue normalmente e ele invada os anos do século 21. Extras: Disputada desde 1994 por estrelas da direção (Spike Jonze, Ron Howard, Gary Ross) e do roteiro (Eric Roth, Charlie Kaufman), a adaptação do conto de F. Scott Fitzgerald finalmente ganhou vida quando David Fincher topou preparar a obra simultaneamente a "Zodíaco". Para conseguir o orçamento milionário, o cineasta contou com a presença do amigo Brad Pitt, com quem trabalhou em "Seven" e "Clube da Luta", e topou rodar em New Orleans, aproveitado incentivos fiscais do governo. Benjamin Button é uma grande história de um homem incomum as pessoas e lugares que ele conhece ao longo do caminho, os amores que encontra, as alegrias da vida e a tristeza da morte, e o que dura além dos tempos.




Quarentena
(Quarantine)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Horror
Duração: 89 min.
Classificação: 18 anos
Distribuidora: Sony
Direção: John Erick Dowdle
Elenco: Jennifer Carpenter, Columbus Short, Jay Hernandez

Sinopse: A repórter de televisão Angela Vidal (Jennifer Carpenter, de “O Exercismo de Emily Rose”) e seu cameraman (Steve Harris, de “Minority Report”) são convocados para fazer um plantão noturno com um grupo de bombeiros de Los Angeles. Um chamado de emergência os levam para um pequeno prédio na cidade. Ao chegarem lá, a polícia já está no local devido a gritos incessantes que ecoaram de um apartamento. Logo, todos descobrem que uma mulher que vive em um dos imóveis está infectada por algo desconhecido. Quando alguns dos residentes são atacados, o grupo tenta fugir do lugar e descobre que estão trancados em quarentena por um homens do governo. Telefones, internet, televisão e celulares tiveram suas conexões cortadas e o restante do mundo ficou sem informações oficiais sobre os que ficaram lá trancafiados. Quando a quarentena finalmente é desfeita, a única evidência do ocorrido são as imagens gravadas pela equipe. O longa é a refilmagem do terror de sucesso [Rec], do espanhol Jaume Balagueró.




Titãs - A Vida Até Parece uma Festa
(Titãs - A Vida Até Parece uma Festa)
Produção: Brasil - 2008
Gênero: Documentário
Duração: 100 min.
Classificação: 12 anos
Distribuidora: MovieMobz
Direção: Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves
Elenco: Arnaldo Antunes, Tony Bellotto, Branco Mello, Nando Reis, Charles Gavin, Sérgio Brito, Marcelo Fromer, Paulo Miklos

Sinopse: Os músicos do Titãs contam a história da banda, umas das principais do país, utilizando linguagem não-cronológica e musical. Branco Mello comprou sua primeira câmera (VHS) e saiu gravando tudo o que acontecia naquele momento de explosão musical que foram os anos 80. O resultado disso são cenas inéditas de viagens, camarins, discussões, ensaios, shows, programas de TV, videoclipes, gravações, etc. O filme conta ainda com a participação de artistas e amigos que conviveram com os músicos ao longo dessa trajetória.


quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Morre ator de 'A ilha da fantasia'


Ricardo Montalban, ator que ficou conhecido como o Sr. Roarke da série de TV "A ilha da fantasia", morreu na manhã desta quarta-feira (14) em sua casa em Los Angeles, informou um político local. Ele tinha 88 anos.

A causa da morte de Montalban não foi divulgada.

Nascido no México, Montalban foi para Hollywood em 1946 contratado pela contratado pela Metro Goldwyn Meyer. Na televisão, conquistou o Emmy por sua atuação na série "A conquista do ouro" (1978) e participou da série "Star trek" como o vilão Khan.

Muitas gerações, porém, conheceram Montalban como o misterioso Sr. Roarke, sempre vestido em um terno branco, que presidia um resort em uma ilha paradisíaca onde os visitantes podiam realizar suas mais remotas fantasias. "

A ilha da fantasia" fez sucesso entre os anos de 1978 e 1984 no canal de TV americano ABC e ainda é exibido em reprises.

Em uma entrevista de 1978, Montalban analisava o sucesso da série: "O que tem apelo é a ideia de conquistar o inconquistável e aprender com isso. Uma vez que você realiza uma fantasia ela se torna realidade, e aquela realidade não é tão excitante quanto a sua fantasia. Através das fantasias você aprende a apreciar suas próprias realidades."

Talvez tão conhecido quanto Montalban no seriado era o ator Hervé Villechaize, o anão que interpretava Tattoo, fiel empregado do Sr. Roarke na ilha da fantasia.

Parte fundamental no sucesso da série, Villechaize foi demitido nos últimos anos do programa e mergulhou em um período de depressão e alcoolismo. Após uma série de problemas de saúde, o ator se matou com um tiro, no jardim de sua casa, em setembro de 1993.

fonte: g1

Ator Patrick McGoohan morre aos 80 anos


Morreu nesta terça-feira (13/1), em Los Angeles (EUA), o ator norte-americano Patrick McGoohan. A notícia foi divulgada por seu cunhado, Cleve Landsberg, nesta quarta-feira (14/1). Ele não entrou em detalhes sobre o motivo da morte do ator, dizendo somente que ele morreu após uma "breve doença".

Nascido nos EUA, mas criado na Irlanda, McGoohan foi um dos astros mais reconhecidos da TV britânica nos anos 50 e 60, depois de ter emplacado papéis em cultuados seriados, como Secret Agent (1960) e O Prisioneiro (1967).

No cinema, esteve em produções como Fuga de Alcatraz (1979), Scanners - Sua Mente Pode Destruir (1981) e Coração Valente (1995). Seu último papel no cinema foi emprestando sua voz para a animação da Disney Planeta do Tesouro (2002).


fonte: cineclik

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Morre o cineasta francês Claude Berri, aos 74 anos


O cineasta e produtor francês Claude Berri morreu nesta segunda-feira, em Paris, aos 74 anos de idade, por causa de um acidente vascular cerebral, informou seu agente.

Na véspera, o hospital em que Berri estava internado por causa de um hematoma intracraniano havia informado que seu estado neurológico era grave.

Internado em reanimação cirúrgica, Claude Berri, de 74 anos de idade, sofria de um hematoma intracraniano e estava em estado neurológico muito grave, anunciou o hospital. Berri teve um acidente vascular cerebral há alguns anos.

O cineasta produziu, entre outros filmes, "Astérix" e "A rainha Margot", e divulgou sua história em um "Auto-retrato" publicado em 2003.

Berri produziu também filmes de Eric Rohmer, Maurice Pialat, André Téchiné, Patrick Chéreau, Jean-Jacques Annaud, Claude Zidi, Alain Chabat e Costa-Gavras, entre outros

Claude Berri foi presidente da Cinemateca Francesa de setembro de 2003 a junho de 2007.

fonte: AFP, uol cinema

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (09/01/09)

A Troca
(Changeling)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Drama, Suspense, Biografia
Duração: 140 min.
Classificação: 16 anos
Distribuidora: Universal
Direção:
Clint Eastwood
Elenco:
Angelina Jolie, John Malkovich, Jeffrey Donovan

Christine Collin (Angelina Jolie) é uma mãe que ora fervorosamente para que seu filho Walter (Gattlin Griffith) retorne para casa. O menino foi seqüestrado em uma manhã de sábado, após ela ter saído para trabalhar. Com a ajuda do reverendo Briegleb (John Malkovich) e após meses de buscas intensas, finalmente, a polícia encontra o garoto. Mas algo está errado e, em seu coração, Christine desconfia que ele não seja seu filho verdadeiro.




Alguém Que Me Ame de Verdade

(
Arranged)
Produção: EUA - 2007
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Duração: 90 min.
Classificação: 12 anos
Distribuidora: MovieMobz
Direção:
Diane Crespo e Stefan C. Schaefer
Elenco:
Zoe Lister Jones, Francis Benhamou, John Rothman

O filme é centrado na amizade entre uma judia ortodoxa e uma mulher muçulmana. Elas se conhecem quando começam a dar aula juntas numa escola pública em Nova York. Durante o ano quando lecionam juntas, descobrem que têm mais semelhanças do que diferenças, especialmente porque ambas estão lidando com casamentos arranjados.



Dois em Um
(La personne aus deux personnes)
Produção: França - 2008
Gênero: Comédia, Fantasia, Musical
Duração: 90 min.
Classificação: sem definição
Distribuidora: Pandora
Direção:
Nicolas & Bruno
Elenco:
Daniel Auteil, Alain Chabat, Marina Foïs

O ex-cantor e estrela pop Gilles Gabriel planejava um retorno em grande estilo, mas seu desejo colide com Jean-Christian Ranu, um contador tímido e meio baratinado. Mas o problema é pior: Gilles na verdade está morto, foi assassinado e agora vive na mente do esquisito Jean-Christian. Um fato que obviamente transforma sua vida num verdadeiro caos. E se já era complicado quando Gilles e Jean-Christian viviam separados, imagine agora, duas pessoas no mesmo corpo...




O Dia Em Que a Terra Parou
(The Day the Earth Stood Still)
Produção: EUA - 2008
Gênero: Ficção-Científica, Drama, Suspense
Duração: 103 min.
Classificação: 10 anos
Distribuidora: Fox
Direção:
Scott Derrickson
Elenco:
Keanu Reeves, Jennifer Connelly, John Cleese
Keanu Reeves é o protagonista da refilmagem do clássico de 1951 "O Dia em que a Terra Parou". O filme, dirigido por Scott Derrickson ("O Exorcismo de Emily Rose"), tem o ator no papel do alienígena Klaatu, interpretado por Michael Rennie no original. Na época em que foi produzido, o longa virou um apelo pacifista pelo fim da Guerra Fria que estava em sua fase inicial. A trama nasceu do conto Farewell to the Master, publicado em 1940 por Harry Bates. Um ser de outro planeta vem à Terra entregar ao presidente um presente, mas é impedido por soldados. Ele é preso e se esconde em uma pensão onde conhece Helen e seu filho Bobby. Klaatu se decepciona várias vezes com os humanos ao se deparar com o uso desenfreado de armas de fogo. E, por isso, faz um alerta: A Terra será destruída caso os seus habitantes não mudem essa postura. Jennifer Connelly (“Pecados Íntimos”) e Jaden Smith, o filho de Will Smith que estreou no cinema em "À Procura da Felicidade", completam o elenco principal do filme. A 20th Century Fox anunciou que será o primeiro estúdio a mandar um filme para o espaço - não no sentido figurado, mas literal mesmo. A transmissão de "O Dia em que a Terra Parou" começou no final de 2008 através da Deep Space Communications Network, no Cabo Canaveral (EUA) e, daqui a quatro anos, qualquer civilização que estiver na órbita de Alpha Centauri poderá ver a Jennifer Connelly em ação.




O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes
(O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes)
Produção: Brasil - 2009
Gênero: Animação, Infantil
Duração: 86 min.
Classificação: Livre
Distribuidora: Fox
Direção:
Walbercy Ribas

O diretor Walbercy Ribas realiza nova aventura animada com o personagem do Grilo Feliz, que já esteve em outra animação de 2001. Agora, Grilo Feliz quer gravar um CD , mesmo desejo de uma divertida banda de rap formada por sapos. Mas todos se deparam com a vilã Trambika, que pirateia suas músicas e acaba por unir sapos e insetos numa inesperada aventura.


terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Morre Pat Hingle, o comissário Gordon


Um dos grandes nomes do teatro americano que fez pequenos mas importantes trabalhos no cinema morreu ontem (05/01), aos 84. Pat Hingle não venceu nenhum prêmio, mas nunca deixou de ser elogiado pela crítica. Foi ele que apagou o charuto em Angelica Houston na sádica cena final de Os Imorais, grande filme de Stephen Frears. Foi ele o pai de Warren Beatty em Splendor in the Grass (1961, no Brasil com o escabroso título de Clamor de Sexo), uma das obras-primas, se não a obra-prima, de Elia Kazan.

Foi Kazan, também homem de teatro, que o levou ao cinema. Hingle, com seus 2m de altura e físico imponente, sempre interpretou homens fortes e brutos, como militares e jogadores de futebol, talvez por isso nunca tenha chegado às suas mãos os prêmios mais famosos. No teatro, no entanto, fez Macbeth, de Shakespeare, o presidente Benjamin Franklin e um vendedor sádico em Dark at the Top of the Stairs, seu papel mais marcante.

Em 1992, fez o gay J. Edgar Hoover, o chefão do FBI na época do macartismo no telefilme Cidadão Cohn, obra repleta de boas atuações que as boas intenções em excesso fizeram infelizmente naufragar. Para o grande público, passou como o comissário Gordon do Batman de Tim Burton.

Nasceu Martin Patterson Hingle em 1924, em Miami. Cresceu no Texas e nunca se formou na universidade, mas a largou para servir à marinha durante a Segunda Guerra Mundial. Lutou no Pacífico. De volta à Universidade do Texas, formou-se em artes cênicas, mas a carreira ficou parada depois que ele embarcou de novo nos navios da marinha americana, agora para lutar na Guerra da Coréia.

Juntou-se ao Actors Studio, em New York, em 1952. Lá conheceu Kazan e em seus primeiros filmes está Sindicato dos Ladrões, filme vencedor do Oscar. Fez o pai arrogante e mandão em Gata em Teto de Zinco Quente na Broadway, dirigido por Kazan, montagem clássica.

Dizia preferir o teatro pois o cinema “não era o meio para atores”. Workaholic, trabalhou tanto (193 filmes listados no IMDB, e o cinema nem era seu principal ganha pão) que não se lembrava dos detalhes dos filmes, peças e personagens. Adorava ver seus antigos filmes na televisão: ficava fascinado.

fonte: cineplayers

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Morre o roteirista indicado ao Oscar por Os Imorais


O escritor e roteirista Donald Westlake morreu aos 75 anos nesta quarta-feira (31/12), noticiou o jornal New York Times. De acordo com sua esposa, Abigail Westlake, o escritor sofreu uma crise cardíaca quando se preparava para a festa de réveillon no México.

Westlake produziu roteiros originais para Hollywood. Os Imorais (1990) rendeu a única indicação que o escritor teve ao Oscar. Além disso, filmes como Made in USA - dirigido pelo cultuado diretor da Nouvelle Vague Jean-Luc Godard -, Os Quatro Picaretas (1972) e O Troco (1999) foram adaptados de romances de sua autoria, além de O Corte, dirigido em 2005 por Costa-Gavras.

Westlake nasceu em 12 de julho de 1933. Além de ter assinado quase 50 romances e roteiros, Westlake mais algumas dezenas de trabalhos assinados por pseudônimos Richard Stark, Samuel Holt, Tucker Coe e até uma história de ficção científica assinada por Curt Clark.


fonte: cineclik

Ator inglês Edmund Purdom morre na Itália


Morreu nesta quinta-feira (1º/1), aos 84 anos, o ator britânico Edmund Purdom. Ele morreu em Roma, na Itália, onde viveu seus últimos dias. A causa da morte não foi revelada pela família.

Nascido em Hertfordshire, na Inglaterra, em 19 de dezembro de 1924, Purdom começou a atuar nos palcos em 1945 ao lado de Laurence Olivier. Em 1953, estreou em Hollywood em Náufragos do Titanic num papel não-creditado. No ano seguinte, disputou com Marlon Brando o papel em O Egípcio (1954) e acabou ficando com o trabalho quando o galã preferiu outro trabalho. Purdom também atuou em Herodes (1959), O Diário de Anne Frank (1959) e Concorde (1979).

Purdom instalou-se na Itália quando, em 1954, largou a primeira esposa, Anita Philips, para se casar com a atriz mexicana Linda Christian. A atitude foi mal-vista pela MGM, da qual era ator contratado; seu contrato foi cassado com alegação de "cláusula moral".


fonte: cineclik

Ator de Starsky e Hutch morre aos 80 anos


Morreu nesta terça-feira (30/12), em decorrência de uma parada cardíaca, o ator Bernie Hamilton, famoso por ter interpretado o exigente comandante de polícia Harold Dobey na série de TV norte-americana Starsky e Hutch, produzida nos anos 70.

Nascido em Los Angeles em 12 de junho de 1928, Bernie Hamilton estreou no cinema interpretando um jogador de beisebol em The Jackie Robinson Story (1950). A primeira atuação de destaque de Hamilton nos cinemas foi no drama One Potato, Two Potato (1964), no qual interpreta o marido negro de uma mulher branca, vivida por Barbara Barrie, premiada em Cannes como Melhor Atriz naquele ano; em 1965, o roteiro concorreu ao Oscar.

Com o fim de Starsky e Hutch, Hamilton passou os 20 anos seguintes trabalhando no mercado musical, produzindo discos de R&B e gospel por meio do selo Chocolate Snowman.


fonte: cineclik

Estilista francês morre em Cannes


Morreu nesta segunda-feira (29/12) o estilista francês Ted Lapidus, considerado um guru da moda. Ele estava internado num hospital em Cannes e não resistiu a um caso de insuficiência respiratória; Lapidus tinha 79 anos.

Em homenagem póstuma ao estilista, o presidente francês Nicolas Sarkozy afirmou que Lapidus "democratizou o classicismo e elegância francês" por meio de seu trabalho como estilista, fazendo com a moda "fosse acessível a homens e mulheres nas ruas".

Lapidus nasceu em 23 de junho de 1929, em Paris, na França. Filho de um imigrante russo que trabalhava como costureiro na França, foi durante décadas o estilista mais reconhecido da moda francesa, principalmente nos anos 70, quando a atriz Brigitte Bardot (...E Deus Criou a Mulher) tornou-se sua principal admiradora em público, ajudando a promover seu trabalho.

Em 1955, Lapidus trabalhou com figurino de cinema pela primeira vez, em Os Amores de Frou-Frou (foto). No ano seguinte, assinou o figurino de Bob, O Jogador. Seus créditos no cinema incluem Le Feu Aux Poudres (1957), À Cause, À Cause D'une Femme (1963), Ho! (1968), Um Homem Como Poucos (1970) e Le Seins De Glace (1974), este último estrelado por Alain Delon.


fonte: cineclik

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Estréias da Semana no Cinema Brasilero (02/01/09)


A Bela Junie
(La Belle Personne)
Produção: França - 2008
Gênero: Drama
Duração: 90 min.
Classificação: 16 anos
Distribuidora: Imovision

Direção: Christophe Honoré
Elenco: Lea Seydoux, Louis Garrel, Grégoire Leprince-Ringuet

Junie (Léa Seydoux), uma garota de 16 anos, muda de escola durante o ano acadêmico após a morte de sua mãe e logo se enturma com os novos colegas. Sua beleza chama a atenção dos rapazes e ela começa a namorar um deles, Otto (Grégoire Leprince-Ringuet), antes de se dar conta de que está apaixonada pelo professor de italiano, Nemours (Louis Garrel). Livremente inspirado no romance "La Princesse de Clèves", de Madame de La Fayette, escrito no século 17. É considerado um dos primeiros romances psicológicos da literatura francesa.




Bolt - SuperCão
(Bolt / American Dog) Produção: EUA - 2008
Gênero: Animação
Duração: 96 min.
Classificação: Livre
Distribuidora: Disney
Direção:
Chris Williams
Elenco:
(Vozes) John Travolta, Thomas Haden Church, Woody Harrelson

O animado
conta a história de um pastor alemão branco que se chama Bolt, junto com uma garotinha de 12 anos, Penny, que irão estrelar um show de televisão chamado "American Dog", um tipico programa que lembrará muitas séries antigas como "Jonny Quest" e "James Bond". No programa eles lutam contra o crime e Bolt usa seus super poderes como um latido alto o suficiente para acabar com qualquer um que esteja em sua mira. Assim, Bolt acha que ele realmente é um super-herói e tem todos aqueles super-poderes, e esquece que é um simples ator de TV e que Penny realmente é apenas uma atriz apenas contratada para fazer sua parte e não alguém que realmente o ama. O cãozinho não compreende que muitos de seus grandes feitos são trucagens desenvolvidas pela equipe do estúdio. Bolt então é um cão que vive um mundo de fantasia, sem nunca questionar a razão da sua existência. Nunca viu como é o mundo fora dos estúdios. Por acidente ele acaba conseguindo sair, e é enviado para Nova York. E é nessa situação adversa, longe de casa, que o cãozinho decide usar seus poderes para voltar para casa, mas é ai que percebe que na verdade ele não tem poderes nenhum e que vai precisar de amigos para conseguir voltar.




Se Eu Fosse Você 2
(Se Eu Fosse Você 2) Produção: Brasil - 2008
Gênero: Comédia
Duração: 100 min.
Classificação: 10 anos
Distribuidora: Fox
Direção:
Daniel Filho
Elenco:
Tony Ramos, Glória Pires

Alguns anos se passam desde a primeira troca, e o casal volta a ter conflitos corriqueiros. Mas dessa vez, as briguinhas levam a algo mais sério - tão sério que o casal resolve se separar. Para piorar a situação, acabam de descobrir que a filha, Bia, agora com 18 anos, vai se casar - e que vão ser avós… Porém, mais uma vez, o destino intervém na vida do casal antes que seja tarde demais. Quando vão formalizar sua separação, trocam novamente de corpos. Já acostumados com o fenômeno, resolvem sumir durante quatro dias - o tempo que levou para destrocarem na primeira vez. Mas dessa vez, chega o quarto dia e nada acontece. Será por que passaram os quatro dias separados? Ou será que ainda têm alguma lição a aprender? Qualquer que seja a razão, não destrocou e bate o desespero - como voltar ao normal e poder continuar com suas vidas independentes um do outro? E tudo isso com a organização de um casamento nas mãos. Muito contrariados, os pais tem que conviver juntos, um no corpo do outro, para organizar a grande festa de casamento da filha junto com os ricos sogros, o genro estudante de botânica, e todos os amigos e colegas de trabalho e suas devidas confusões.




Próximas Estréias: Alguém que me ame de verdade; O dia em que a Terra parou; Dois em um; Gesto obsceno; Ghost Tow; O grilo feliz e os insetos gigantes; Ninho vazio; Pagando bem, que mal tem?; As testemunhas; A troca.